Índice da edição nº 2.921, 2018 [de 09/02/2018]

  Crescimento da população muçulmana na Europa: 2016-2050, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Não existe vacina homeopática para a febre amarela, artigo de Moises Chencinski Os recordes climáticos de 2017 e o legado da atual geração; Análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp) Repensando nossa visão sobre as florestas tropicais Instituto Mamirauá utiliza sonar para estimar abundância de peixes-boi amazônico China decide deixar de importar plástico para reciclar, deixando países como Reino Unido e Estados Unidos com

Crescimento da população muçulmana na Europa: 2016-2050, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O panorama religioso da Europa vai ficar mais plural nas próximas décadas e um dos elementos da maior diversidade religiosa é o crescimento da população muçulmana, ao mesmo tempo em que diminui a proporção das filiações católicas e protestantes. Segundo projeções do Instituto Pew Research Center (novembro de 2017), a população muçulmana na Europa pode triplicar entre 2016 e 2050. Em 2016 havia 25,8 milhões de muçulmanos na Europa (representando

Não existe vacina homeopática para a febre amarela, artigo de Moises Chencinski

  [EcoDebate] Em matéria publicada em sua coluna (“Até vacina homeopática integra rol de absurdos e boatos sobre febre amarela”), na Folha de São Paulo, do dia 30/01/2018, a jornalista Cláudia Colucci apresenta uma crítica à homeopatia, quando expõe uma “suposta vacina e uma prescrição homeopática” para proteção contra a febre amarela, orientada por um profissional da área através de conversa gravada em seu WhatsApp. Infelizmente, não consegui postar uma resposta na

Os recordes climáticos de 2017 e o legado da atual geração; Análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp)

  JORNAL DA UNICAMP TEXTO LUIZ MARQUES FOTOS DIVULGAÇÃO IBAMA EDIÇÃO DE IMAGEM PAULO CAVALHERI   Em janeiro de cada ano, o MET Office, a agência britânica de pesquisas e previsões sobre meteorologia e mudanças climáticas, atualiza seu decadal forecast, i.e., sua previsão climática para os próximos dez anos. O título do último comunicado, “Previsão para os próximos cinco anos indica mais aquecimento”[1], nada tem de novo. Dada a dinâmica inercial do aquecimento global, sabemos que “mais

Repensando nossa visão sobre as florestas tropicais

  Caros colegas, De vez em quando, surge um artigo que sugere rever a nossa visão de mundo. Para aqueles que estudam as florestas tropicais do mundo, o anexo - que acabou de aparecer no PNAS - é um desses papéis. Notavelmente, a distinção antiga entre as florestas tropicais "Velho Mundo" e "Novo Mundo" é uma falsa dicotomia. Em vez disso, as florestas tropicais podem ser agrupadas em floras "americanas" e "africanas", que são

Instituto Mamirauá utiliza sonar para estimar abundância de peixes-boi amazônico

    O sonar é um equipamento utilizado para obter imagens de áreas submersas. Segundo registros históricos, sua utilização teve início com o naufrágio do navio britânico Titanic, em 1912, algumas horas depois de colidir com um gigantesco iceberg. Também é muito utilizado durante períodos de guerra, para localização de submarinos, na pesca, estudos atmosféricos e em pesquisas científicas. "É como um raio-x do que está abaixo da superfície", comparou a oceanógrafa

China decide deixar de importar plástico para reciclar, deixando países como Reino Unido e Estados Unidos com menos soluções

    Alexandre Soares, da ONU News em Nova Iorque. No fim do ano passado, a China decidiu parar de importar plástico para reciclar de outros países, deixando várias nações ocidentais à procura de soluções. A notícia foi celebrada num artigo de opinião da agência ONU Meio Ambiente, que foi assinado por Verena Balke. Segundo ela, em nível global apenas 14% de todo o plástico é reciclado. As máquinas atuais não são capazes de

Top