Índice da edição nº 2.873, 2017 [de 20/11/17]

    15 de novembro - Feriado do que, mesmo? artigo de Montserrat Martins A (in)Consciência Negra na Língua Portuguesa falada no Brasil, artigo de Paulo José Penalva Mancini Pesquisador da Fiocruz Pernambuco fala sobre o protesto em Correntina (BA) contra o uso indiscriminado de água para irrigação COP23: A Conferência sobre o Clima da ONU terminou sem atingir os objetivos Ninguém está fazendo o suficiente para conter a crise climática Agenda de retrocessos ambientais ameaça o

15 de novembro – Feriado do que, mesmo? artigo de Montserrat Martins

    “O Brasil tem um grande passado pela frente” (Millôr Fernandes)   [EcoDebate] Tente explicar para os jovens o feriado de 15 de Novembro, Proclamação da República. Quem liga pra isso, num momento em que o Brasil está tão em baixa, tão desmoralizado? Não resolvemos os problemas do passado – e não estamos falando de ditadura militar: o Brasil ainda não resolveu seus vícios de colônia. Nosso território foi ocupado no modelo Capitanias Hereditárias

A (in)Consciência Negra na Língua Portuguesa falada no Brasil, artigo de Paulo José Penalva Mancini

Dia da Consciência Negra 20 Novembro A (in)Consciência Negra na Língua Portuguesa Falada no Brasil “A língua é companheira do Império” Antônio de Nebrija – gramático espanhol.   Paulo José Penalva Mancini [EcoDebate] A porcentagem da população negra, mestiça ou afrodescendente no Brasil em 2014, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) é de 54%; ou seja, a maioria. Mas, aos assistirmos nossos programas de TV, ao vermos as composições de

Pesquisador da Fiocruz Pernambuco fala sobre o protesto em Correntina (BA) contra o uso indiscriminado de água para irrigação

  Entrevista: André Monteiro ‘Fundamentalmente, foi a omissão do Estado que levou a isso’   No dia seguinte ao feriado de Finados, em 2 de novembro, vários jornais denunciaram a "invasão" de pessoas nas Fazendas Igarashi e Curitiba, no distrito de Rosário, município de Correntina (BA), mostrando máquinas, instalações e pivôs – equipamentos que tiram a água dos mananciais – quebrados e incendiados. O que não foi evidenciando, no entanto, é que milhares de

COP23: A Conferência sobre o Clima da ONU terminou sem atingir os objetivos

  IHU Os delegados da COP23 não conseguiram elaborar as regras para cumprir o Acordo de Paris, para reduzir o aquecimento global. O financiamento das medidas necessárias e a resistência dos Estados Unidos complicam o avanço. A reportagem é publicada por Página/12, 18-11-2017. A tradução é de André Langer. No seu último dia, a Conferência das Nações Unidas sobre o Clima (COP23), realizada na Alemanha, suscitou mais dúvidas do que certezas, depois de terem

Ninguém está fazendo o suficiente para conter a crise climática

  Análise de políticas climáticas mundiais mostra que países estão muito aquém das metas para frear aquecimento global   Coesus - Coalizão Não Fracking Brasil - e 350.org Brasil Representante de uma pequena ilha do Pacífico severamente ameaçada pelo aumento do nível do mar, o Primeiro Ministro da República de Fiji e Presidente da COP 23, Frank Bainimarama, afirmou na abertura da conferência que “todos estamos na mesma canoa.” Sua mensagem traz a

Agenda de retrocessos ambientais ameaça o cumprimento dos compromissos assumidos pelo Brasil

  Agenda de retrocessos e o cumprimento da NDC brasileira Por Camila Moreno, Heinrich Boell Foundation O Brasil, um país em desenvolvimento e com grandes desafios na superação das desigualdades, destacou-se no âmbito internacional ao apresentar uma proposta ambiciosa de redução de emissões para contribuir à ação climática global e teve papel de liderança nas negociações que culminaram com o Acordo de Paris em dezembro de 2015. Porém, uma marcha de retrocessos em

Produção agrícola responde por pelo menos 20% das emissões de gases do efeito estufa

  ONU Em pronunciamento na 23ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, a COP23, o diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), José Graziano da Silva, alertou que as transformações do clima poderão arrastar milhões de pessoas para um ciclo vicioso de pobreza e má nutrição. Dirigente cobrou adoção de padrões mais sustentáveis na produção agrícola. Em pronunciamento na 23ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, a

Top