nº 2.562, 2016 [05/07/2016]

    Consumo consciente, Parte 1/4, artigo de Roberto Naime Estudo aponta que biodiversidade da Amazônia depende do combate à degradação florestal MT: Justiça determina exigência de EIA/Rima para empreendimentos hidrelétricos com mais de 10MW de potência Campanha Energia para a Vida propõe microgeração solar como alternativa viável à matriz elétrica brasileira Pesquisador da Fiocruz fala sobre os desafios das mudanças climáticas para a Saúde O que a sociedade tem a dizer

Consumo consciente, Parte 1/4, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] ALENCASTRO et. al. (2014) ressaltam os padrões insustentáveis de produção e consumo e apresentam alguns questionamentos no que se refere à possibilidade de práticas de consumo mais conscientes. Trata-se de uma reflexão crítica sobre as contradições presentes no discurso do consumo consciente, num contexto de uma sociedade que se torna cada vez mais consumista. O cenário é um ambiente no qual o marketing excessivo e os mecanismos de mercado passam a

Estudo aponta que biodiversidade da Amazônia depende do combate à degradação florestal

    Um esforço inédito de cientistas de 18 instituições internacionais, entre elas o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), foi capaz de comparar a diminuição de espécies causada por degradação florestal com aquelas resultantes da perda de habitat pelo desmatamento. O trabalho inovador, que acaba de ser publicado na revista Nature, prestigiado periódico científico internacional, concluiu que a conservação de espécies das florestas tropicais exige que o controle da exploração madeireira ilegal,

MT: Justiça determina exigência de EIA/Rima para empreendimentos hidrelétricos com mais de 10MW de potência

notícia

    Empreendimentos com capacidade de até 30 MW de potência estavam sendo dispensados de apresentação de EIA/Rima Novos empreendimentos hidrelétricos com mais de 10 MW de potência devem apresentar Estudo de Impacto Ambiental (EIA) no procedimento de licenciamento. É o que determinou a Justiça Federal ao Estado de Mato Grosso, em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF). O Estado de Mato Grosso publicou lei que contrariou as normas gerais federais

Campanha Energia para a Vida propõe microgeração solar como alternativa viável à matriz elétrica brasileira

  Por Sucena Shkrada Resk, Instituto Centro de Vida (ICV)     O Fórum Mato-Grossense de Meio Ambiente e Desenvolvimento (Formad), por meio da representação  titular do Instituto Centro de Vida (ICV) e do Conselho Indigenista Missionário (CIMI), na suplência,  está apoiando a Campanha Energia para a Vida, lançada em 2014, que é uma iniciativa da Frente por uma Nova Política Energética para o Brasil. A partir da entrevista abaixo com Joilson Costa, engenheiro

Pesquisador da Fiocruz fala sobre os desafios das mudanças climáticas para a Saúde

    Por Bel Levy (Saúde Amanhã / Icict / Fiocruz) “É urgente superar a dependência brasileira em relação às commodities”. O alerta é do geógrafo Christovam Barcellos, pesquisador do Laboratório de Informação em Saúde do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz) e integrante da Rede Clima. Nesta entrevista para o site Saúde Amanhã, ele discute a resposta global às mudanças climáticas e aponta a necessidade de um novo modelo de

O que a sociedade tem a dizer aos indígenas que foram explorados durante o desenvolvimento do MS?

  O que a sociedade tem a dizer aos indígenas que foram explorados durante o desenvolvimento do Mato Grosso do Sul? Entrevista especial com Marco Antonio Delfino de Almeida “Os indígenas ocupam hoje, sem qualquer pendência judicial ou ameaça, os mesmos 30 mil hectares que ocupavam em 2012. Logo, o quadro de resolução que se esperava dessa questão não avançou”, afirma o procurador do Ministério Público Federal de Mato Grosso do Sul. Foto: www.douradosagora.com.br   Os

Projetos na Câmara pedem suspensão de homologações de Terras Indígenas

Blog da CPI-SP Em mais um ataque aos direitos indígenas, projetos visam suspender decretos de abril de 2016 que homologaram três terras indígenas. Para o jurista Dalmo Dallari a fundamentação apresentada nas propostas legislativas “não tem a mínima consistência jurídica”. Em maio, o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) apresentou 29 projetos de decreto legislativo para suspender os efeitos de decretos assinados pela presidente afastada Dilma Rousseff que homologaram terras indígenas e desapropriaram imóveis

Zika, a epidemia da desigualdade

Por Tatiana Almeida, UNFPA Brasil Considerando as áreas geográficas de maior incidência de infecção pelo vírus zika e as caraterísticas da população mais afetada - mulheres, jovens e população negra - é possível concluir que a epidemia de zika não é apenas um problema de saúde pública, mas também o resultado das desigualdades sociais que ainda persistem. Além das vulnerabilidades relacionadas com o acesso a água tratada e saneamento básico, é urgente

Top