nº 2.404, 2015 [26/10/2015]

    Fechou o tempo, artigo de Montserrat Martins O impacto do lixo nas mudanças climáticas, artigo de Francisco Oliveira ONU deveria adotar como padrão o modelo inclusivo e participativo do seu Comitê de Segurança Alimentar, artigo de Nathalie Beghin Um economista no comando do IPCC, por Junior Ruiz Garcia Redução das emissões de gás carbônico do Brasil pode aumentar renda da população, diz estudo Novo relatório propõe novas medidas de mitigação para reduzir emissão de carbono

Fechou o tempo, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Piada da semana: Cunha chorou ao ver sua foto mostrada pelo banco suíço, dizendo que tinha encontrado seu irmão gêmeo desaparecido há anos. O que parece piada, mas não é, é que a oposição fechou os olhos à corrupção de Cunha para tentar o impeachment da Presidenta – e com qual fundo moral? Combate à corrupção. As pessoas comuns, que não gostam de política, sentem revolta e desânimo. A

O impacto do lixo nas mudanças climáticas, artigo de Francisco Oliveira

    [EcoDebate] Nunca produzimos tanto lixo como atualmente. O Brasil está na quinta posição entre os que mais produzem lixo no mundo, atrás de Estados Unidos, China, União Européia e Japão. Para termos uma ideia, por dia, produzimos cerca de 192 mil toneladas de lixo. Deste total, cerca de 41%, ou 79 mil toneladas, não tem destinação correta. Tanto lixo também é resultado do crescimento da produção de produtos industrializados, embalagens (representa

ONU deveria adotar como padrão o modelo inclusivo e participativo do seu Comitê de Segurança Alimentar, artigo de Nathalie Beghin

[EcoDebate] A nova institucionalidade precisava ser mais efetiva e, para tal, era necessária que fosse inclusiva e participativa. O órgão máximo é o Pleno de governos – atualmente cerca de 130 países aderiram ao CSA – que se reúne uma vez por ano, em Roma, na semana em volta do Dia Mundial da Alimentação, 16 de outubro. O braço executivo do Pleno é o Bureau composto por 13 representantes governamentais

Um economista no comando do IPCC, por Junior Ruiz Garcia

  [EcoDebate] Essa semana recebemos a notícia da eleição do novo presidente do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), o economista sul-coreano Hoesung Lee, especialista em energia e mudanças do clima. Ele comandará o IPCC por um período de 6 a 8 anos (Valor Econômico, 2015). O currículo de Hoesung Lee está disponível na página do IPCC, para visualizá-lo clique aqui. Hoesung Lee espera que possa melhorar o modo de operação do IPCC

Redução das emissões de gás carbônico do Brasil pode aumentar renda da população, diz estudo

    Medidas para reduzir as emissões de gás carbônico (CO2) do Brasil até 2030 podem trazer um aumento de renda para as famílias brasileiras, revelam pesquisadores do Instituto Alberto Luiz Coimbra da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe-UFRJ). Algumas das ações seriam, por exemplo, a recuperação de uma parte da Mata Atlântica, o aumento dos hectares de florestas replantadas, a elevação da participação das fontes renováveis na geração de energia elétrica

Novo relatório propõe novas medidas de mitigação para reduzir emissão de carbono negro

  O carbono negro absorve energia solar a taxas um milhão de vezes maiores que o dióxido de carbono. Apesar de permanecer na atmosfera por poucos dias, ele contribui para o processo geral de aquecimento global.   O carbono negro causa milhões de mortes todos os anos e contribui para aumentar as temperaturas no planeta. Na atmosfera, ele aparece como poluição do ar, com emissões provenientes, principalmente, da combustão de diesel e biocombustíveis,

Inpe: mortes por raios aumentam na Região Norte por causa do aquecimento global

    O número de mortes por raios na Região Norte está aumentando e a tendência é que a incidência do fenômeno continue crescendo na região, por causa do aquecimento global. Os dados foram divulgados na sexta-feira (23) pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e fazem parte do livro Brasil: Que raio de história, que está sendo lançado na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, em andamento até domingo (25) em

PEC 215 é criticada em fórum de agricultura familiar indígena em Palmas

    Críticas à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 215, que transfere a decisão sobre demarcação de terras indígenas do Ministério da Justiça para o Congresso Nacional e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), deram a tônica dos discursos durante o painel internacional sobre agricultura familiar indígena. Os fóruns sociais indígenas, com apresentação de painéis e debates, fazem parte da programação dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas (JMPI). O público presente

Top