Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.278, de 02/04/2015

    Queimadas, artigo de Roberto Naime Celpe: Prêmio a ineficiência, artigo de Heitor Scalambrini Costa Os céticos de clima no Brasil 1: Lições para a COP de Paris, artigo de Philip M. Fearnside Dilma reduziu gastos com combate ao desmatamento Pesquisa avalia relação entre arborização e variáveis climáticas em regiões de Campinas Brasil investiu 7,6 bilhões de dólares em energia renovável em 2014 Ministro da Integração diz que 56 cidades do

Queimadas, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Gabriel Zacharias, sub-chefe do Prevfogo, serviço de prevenção e combate ao fogo vinculado ao IBAMA, em programa veiculado pela NBR, canal de notícias do governo federal, na tarde de 23/07/14, afirma que dados indicam que cerca de 75% da contribuição brasileira aos gases de efeito estufa provém das queimadas. Queimadas que como se sabe não são uma exclusividade do bioma dos cerrados, mas ocorrem preferencialmente na região geográfica deste

Celpe: Prêmio a ineficiência, artigo de Heitor Scalambrini Costa

  [EcoDebate] O esperado aconteceu. Mais uma vez as empresas distribuidoras de energia elétrica conseguiram o que desejavam. A Diretoria da Agencia Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deliberou a Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) de 58 concessionárias de distribuição (27/2). O efeito médio que incidirá nas contas de energia será de 23,4%, e os índices definidos para cada distribuidora estão valendo desde o primeiro dia útil de março (2/3). Também as bandeiras

Os céticos de clima no Brasil 1: Lições para a COP de Paris, artigo de Philip M. Fearnside

    [Amazônia Real]   A 21ª Conferência das Partes (COP-21) da Convenção de Clima (UNFCCC), a ser realizada em Paris em dezembro deste ano, será um momento crítico para negociação internacional das medidas necessárias para controlar o aquecimento global. Isto faz uma ressurgência da negação climática provável mais adiante neste ano, tanto no Brasil como globalmente. Isto ocorreu nos meses que antecederam a COP-15 em Copenhague em 2009, quando os e-mails de

Dilma reduziu gastos com combate ao desmatamento

  Investimento no setor no primeiro mandato foi menos de um terço do gasto no último mandato de Lula     Por Maura Campanili, do Observatório ABC Em seu primeiro mandato, a presidente Dilma Rousseff gastou em iniciativas federais de controle ao desmatamento e preservação da Amazônia R$ 1,8 bilhão, menos de um terço (3,6 vezes menos) do que o valor desembolsado no segundo mandato do presidente Luís Inácio Lula da Silva, que totalizou R$

Pesquisa avalia relação entre arborização e variáveis climáticas em regiões de Campinas

    Populações de diversas regiões, há anos, modificam o espaço natural que habitam para atender necessidades individuais e coletivas. Essas transformações provocam impactos ambientais negativos e afetam os usuários do espaço urbano. A redução de áreas verdes no ambiente urbano é hoje, um dos principais problemas causados por alterações humanas prejudicando a qualidade de vida das pessoas.   Determinar as influências da arborização urbana no bem estar físico (conforto térmico) e no bem

Brasil investiu 7,6 bilhões de dólares em energia renovável em 2014

  China, Japão e EUA puxaram investimentos no setor no ano passado. Em todo o mundo, energia renovável recebeu 17% mais investimentos, segundo um novo relatório do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e parceiros.   Foto: Albert Vilchez/Creative Commons   A expansão das instalações solares na China e no Japão e os investimentos recordes em projetos eólicos na Europa ajudaram a impulsionar os investimentos globais em energias renováveis em 2014, alcançando

Ministro da Integração diz que 56 cidades do Nordeste estão em ‘colapso’ por causa da seca

    O grupo de monitoramento da situação hídrica do governo federal avalia que, mesmo com o cenário de chuvas favorável em março na Região Sudeste, os níveis dos reservatórios não voltaram à normalidade e é preciso manter as ações de controle e economia de água. No Nordeste, segundo o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, 56 cidades estão em situação de “colapso” de abastecimento de água e esse número pode passar

Especialistas criticam admissibilidade de redução de maioridade penal; Entidades lamentam aprovação

  Entrada para um dos pavimentos da Fundação Casa. Foto:Marcos Santos/USP imagens   A admissibilidade da redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, decidida na terça-feira (31) pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, encontra resistência entre juristas. Para eles, a maioridade penal é uma cláusula pétrea. Na opinião do professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Direito Rio, Thiago Bottino, apesar de não constar no Artigo 5º

Governo alemão decide liberar o fraturamento hidráulico (fracking)

  Fraturamento hidráulico, técnica polêmica de extração de combustível do subsolo, só será permitido em áreas restritas e para fins de teste. Projeto é alvo de críticas mesmo dentro do governo.     O governo da Alemanha decidiu nesta quarta-feira (01/04) permitir o fraturamento hidráulico (também conhecida como fracking), polêmica técnica de extração de combustível do subsolo, mas somente em áreas restritas e para fins de teste. De acordo com a proposta do governo, a

Top