Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.098, de 16 e 17/06/2014

    Conhecendo climas e relacionando com meio ambiente, artigo de Roberto Naime Bola, paixão mundial, artigo de Montserrat Martins Desastres no nosso Pa-tropi ??!! artigo de César Marques Carta aberta aos juízes: o preço de um despejo sem alternativa digna, por Frei Gilvander Luís Moreira Áreas Protegidas que perderam proteção legal tem aumento de desmatamento Corte seletivo e fogo fazem Floresta Amazônica perder 54 milhões de toneladas de carbono por ano

Conhecendo climas e relacionando com meio ambiente, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] A maioria das classificações climáticas são empíricas, e classificam os grupos climáticos de acordo com seus efeitos sobre os elementos ou fenômenos dependentes do clima, principalmente a vegetação. A maioria dos climatólogos e dos botânicos concorda que a vegetação natural opera como um integrador das características do clima em uma região, sendo um adequado termômetro de referência para mensurar a temperatura média. Inegavelmente isto é uma simplificação, mas o estudo

Bola, paixão mundial, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] O fascínio da bola decorre da sua simplicidade, é algo ao alcance de todos: até uma bola de meia num corredor serve para brincar de futebol. O esporte mais popular do mundo é o mais simples de todos. Já joguei na praia em times feitos na hora onde estavam empresários, advogados, engraxates, guris de rua, todos juntos – sendo que ali quem tinha mais valor era quem jogava mais,

Desastres no nosso Pa-tropi ??!! artigo de César Marques

    [EcoDebate] Era inverno de 1969. Plena ditadura militar. O AI-5, ato mais feroz daquele governo, já havia saído do forno e sua primeira ação seria o fechamento do Congresso Nacional, em outubro daquele ano. Se na política a tensão era grande, na cultura os artistas brasileiros produziam cada vez mais. Naquele inverno de 1969 essa efervescência levou Wilson Simonal a gravar uma das músicas mais famosas escritas por Jorge Ben:

Carta aberta aos juízes: o preço de um despejo sem alternativa digna, por Frei Gilvander Luís Moreira

  Carta aberta aos juízes: o preço de um despejo sem alternativa digna. Frei Gilvander Luís Moreira1     Srs. Juízes, desembargadores e ministros do poder judiciário brasileiro, já que é tão difícil falar com vocês diretamente, o jeito é escrever-lhes uma Carta Aberta, pois o que está ocorrendo é muito grave. Espera-se de um juiz que ele faça justiça, mas as decisões judiciais - regra geral - estão abarrotando as prisões com jovens, negros

Áreas Protegidas que perderam proteção legal tem aumento de desmatamento

    Desmatamento em Áreas Protegidas Reduzidas na Amazônia Martins, H., Araújo, E., Vedoveto, M., Monteiro, D., & Barreto, P. 2014. Desmatamento em Áreas Protegidas Reduzidas na Amazônia (p. 20). Belém: Imazon. Entre 1995 e 2013, o governo federal e os governos estaduais de Rondônia, Mato Grosso e Pará retiraram a proteção de 2,5 milhões de hectares em 38 Áreas Protegidas (AP) – Unidades de Conservação (UC) e Terras Indígenas (TI) –

Corte seletivo e fogo fazem Floresta Amazônica perder 54 milhões de toneladas de carbono por ano

    Perda equivale a 40% da produzida pelo desmatamento total. Pesquisa cruzou dados de satélites e de pesquisas de campo em 225 áreas   Uma pesquisa conduzida por cientistas no Brasil e no Reino Unido quantificou o impacto causado na Floresta Amazônica por corte seletivo de árvores, destruição parcial pelo fogo e fragmentação decorrente de pastagens e plantações. Em conjunto, esses fatores podem estar subtraindo da floresta cerca de 54 milhões de toneladas

Para driblar a extinção, tatu-bola ganha um plano nacional de conservação

    O tatu-bola, escolhido como mascote da Copa no Brasil, é um animal em extinção devido à destruição de seus habitats na Caatinga e no Cerrado, além de sofrer com a caça. O pequeno mamífero também está correndo o risco de perder um importante reforço na luta por sua preservação. O trabalho desenvolvido pela Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM) no Parque Nacional Serra da Capivara, no Piauí, está ameaçado por

TRF1 mantém decisão que paralisou obras da usina Sinop, no rio Teles Pires (MT)

  Mapa: Valor Econômico   A Companhia Energética Sinop entrou com recurso, mas, para desembargador, sem cumprir condicionantes, obra deve permanecer parada. O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) negou efeito suspensivo em um recurso da Companhia Energética Sinop que pedia para prosseguir com o licenciamento da usina, uma das cinco que estão em andamento no rio Teles Pires, no Mato Grosso. Com a negativa, continua em vigor a liminar obtida pelo Ministério

Sistema agrossilvopastoril associa culturas e permite renda o ano todo

  Área de seringueiras é também aproveitada para a criação de galinhas   Apesar da importância inegável do setor agrícola na economia brasileira, o atual modelo de desenvolvimento agrário deverá passar por importantes transformações nos próximos anos. "O fato de que nesse modelo predominam lavouras monoculturais, uso excessivo de maquinário, de fertilizantes químicos e de agrotóxicos, tem sido bastante questionado pela sociedade, por levar à degradação do meio ambiente. No caso da agricultura

MG: MPF denuncia donos de uma empresa de transporte de valores por trabalho escravo

    115 empregados foram submetidos a jornadas extenuantes, em alguns casos com duração superior a 24 horas, e a condições degradantes de trabalho   O Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPF/MG) denunciou Marcos André Paes de Vilhena e Pedro Henrique Gonçalves de Vilhena, sócios administradores da Embraforte Segurança e Transporte de Valores Ltda, pelos crimes de redução de trabalhadores a condições análogas às de escravo e frustração de direitos trabalhistas. A Embraforte é

Top