Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.471, de 17/11/2011

  Diagnóstico dos resíduos sólidos no Brasil, artigo de Antonio Silvio Hendges Marina Silva diz que texto do Código Florestal aprovado na última semana está péssimo Especialistas defendem inclusão do pagamento por serviços ambientais no Código Florestal Recuperação de mata ciliar é desafio para novo Código Florestal 'Mudanças no Código Florestal condenam rios à extinção', afirma Mario Mantovani Chevron começa a lacrar poço de petróleo que apresenta vazamento na Bacia de

Diagnóstico dos resíduos sólidos no Brasil, artigo de Antonio Silvio Hendges

  [EcoDebate] A versão preliminar do Plano Nacional de Resíduos Sólidos disponível para consultas e sugestões no site do Ministério do Meio Ambiente (www.mma.gov.br) e elaborado com o apoio do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), faz um diagnóstico da situação dos resíduos sólidos através das informações disponíveis na Pesquisa Nacional de Saneamento Básico (PNSB), Sistema Nacional de Informação em Saneamento (SNIS), Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos

Marina Silva diz que texto do Código Florestal aprovado na última semana está péssimo

  A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva disse ontem (16) que o texto do novo Código Florestal, aprovado na última semana, nas comissões de Agricultura e de Ciência e Tecnologia do Senado, “está péssimo”. A votação dos destaques ao texto ainda está pendente, mas, segundo Marina, o relator do código nas duas comissões, Luiz Henrique (PMDB-SC), não incorporou ao texto medidas que garantam a manutenção de áreas de preservação permanente

Especialistas defendem inclusão do pagamento por serviços ambientais no Código Florestal

  A previsão, no projeto do novo Código Florestal (PLC 30/2011), do pagamento por serviços ambientais foi defendida nesta quarta-feira (16) pelos participantes de audiência pública promovida pela Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC). A discussão sobre a inclusão desses incentivos econômicos no texto deve ser feita na Comissão de Meio Ambiente (CMA), última pela qual o projeto passará antes de seguir para o Plenário. O PLC 30/2011 já foi votado

Recuperação de mata ciliar é desafio para novo Código Florestal

  Vencer as divergências quanto às regras para recuperação de Área de Preservação Permanente (APP) nas margens de rios será um dos maiores desafios da Comissão de Meio Ambiente (CMA), última a votar o projeto de reforma do Código Florestal (PLC 30/11) antes do Plenário. As regras para recompor matas ciliares e as demais modificações que o relator, senador Jorge Viana (PT-AC), submeterá à comissão nesta quinta-feira (17) devem resultar de

‘Mudanças no Código Florestal condenam rios à extinção’, afirma Mario Mantovani

  Nos últimos meses, a discussão sobre o Código Florestal colocou em pauta um dos recursos mais indispensáveis e fundamentais do mundo para a sobrevivência do ser humano: a água. No entanto, a aprovação de um novo texto para o Código Florestal pode levá-la a escassez e desencadear uma crise ecológica, econômica e política no país. Segundo Mario Mantovani, diretor de Políticas Públicas da Fundação SOS Mata Atlântica, a proposta de reduzir

Chevron começa a lacrar poço de petróleo que apresenta vazamento na Bacia de Campos

  A empresa petroleira Chevron Brasil Upstream começou ontem (16) a introduzir lama pesada no poço por onde, há uma semana, vaza petróleo no Campo de Frade, na Bacia de Campos, Rio de Janeiro. A empresa, que mantém o controle da produção do petróleo no local, informou por meio de nota que o próximo passo será cimentar o poço para inutilizá-lo de forma definitiva. A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e

PF abre inquérito para investigar vazamento de petróleo da empresa Chevron na Bacia de Campos

  O delegado Fabio Scliar, titular da Delegacia de Meio Ambiente da Polícia Federal (PF), determinou ontem (16) a abertura de inquérito para investigar o vazamento de petróleo no Campo de Frade, na Bacia de Campos, norte do Rio de Janeiro. A responsabilidade pela exploração da área é da empresa Chevron Brasil Upstream. Desde a última quarta-feira (9), ela trabalha para conter o vazamento, que está vindo do fundo do oceano. De acordo

Ibama fecha fornos de carvão irregulares no Rio Grande do Sul

  O Ibama, em ação conjunta com o Departamento de Florestas e Áreas Protegidas, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (DEFAP/SEMA), está na região oeste do estado desde domingo (13/11) no bioma Pampa, onde já flagrou 20 fornos queimando carvão vegetal oriundo de espécies nativas de forma irregular. As ações de fiscalização se concentram nos municípios de Santiago, Itacurubi, Unistalda, Bossoroca e arredores e devem prosseguir nos próximos dias. A região é

Ambientalistas baianos questionam novo projeto de lei de Política Ambiental para o Estado

  Ambientalistas baianos denunciam a política estadual de enfraquecimento do controle social nas atividades ligadas ao licenciamento ambiental e à construção da política de gestão ambiental na Bahia. Nesta quarta-feira, dia 16 de novembro, às 9h, uma comissão de conselheiros ambientais e ativistas sociais entrega ofício a Comissão de Meio Ambiente da Assembléia Legislativa da Bahia, questionando a falta de abertura para participação civil na discussão da Política Estadual de Meio

Censo 2010 mostra que a desigualdade de renda ainda é bastante acentuada no Brasil

  Os resultados do Censo Demográfico 2010 mostram que a desigualdade de renda ainda é bastante acentuada no Brasil, apesar da tendência de redução observada nos últimos anos. Embora a média nacional de rendimento domiciliar per capita fosse de R$ 668 em 2010, 25% da população recebiam até R$ 188 e metade dos brasileiros recebia até R$ 375, menos do que o salário mínimo naquele ano (R$ 510). Em 2010, a

Censo 2010: Metade da população brasileira vivia com menos de um salário mínimo em 2010

  Metade da população recebeu mensalmente, durante o ano de 2010, até R$ 375 – valor inferior ao do salário mínimo, de R$ 510, pago na época, embora a média nacional de rendimento domiciliar per capita fosse R$ 668. Apesar da tendência de redução observada nos últimos anos, os resultados do Censo Demográfico 2010 mostram que a desigualdade de renda ainda é bastante acentuada. Além disso, os 10% com maiores salários entre

Top