Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.451, de 18/10/2011

  Wall Street e os OVNIS, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó) Belo Monte e as cobras, artigo de Rodolfo Salm Direito a áreas verdes, artigo de Juliana Higa Bellini Decreto que liberou instalação da Usina de Belo Monte é considerado ilegal por desembargadora do TRF-1 Com 1 voto favorável ao MPF, julgamento de Belo Monte é adiado Movimentos sociais protestam contra adiamento de decisão sobre Belo Monte Audiência pública discute atendimento

Wall Street e os OVNIS, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

  [EcoDebate] As manifestações dos “sobrantes” que acontecem em 82 países do mundo, chegaram ao coração dos Estados Unidos. Ali, uma multidão de desempregados, tendo pizzas pagas por gente do mundo inteiro sem pedir um tostão a quem quer que seja, chacoalha o mundo mitológico americano. O mercado eletrônico pode viabilizar o pagamento da pizza por qualquer insatisfeito do mundo, more onde morar. O país até pouco tempo era inatacável, mas depois

Belo Monte e as cobras, artigo de Rodolfo Salm

  [Correio da Cidadania] Conta o artigo “Devemos ter medo de Dilma Dinamite?,” de Eliane Brum, repórter especial da revista ÉPOCA (publicado em setembro no blog Brigada Contra a Corrupção Brasileira), que, em 2004, a então ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff, concedeu uma audiência a Antônia Melo, liderança na luta contra a construção da hidrelétrica de Belo Monte, sobre os estudos para a construção da

Direito a áreas verdes, artigo de Juliana Higa Bellini

  A Folha publicou em seu jornal virtual a mais nova peripécia do governador de SP, Geraldo Alckmin: a privatização das atividades em unidades de conservação do Estado. Por meio de parcerias, empresas interessadas em administrar as opções de lazer, como arborismo, restaurantes, rafting, dentre outras atividades, poderão fazê-lo. Para o governo, esta medida é um bom negócio já que as empresas parceiras terão de melhorar a infraestrutura dos parques, fazer a manutenção

Decreto que liberou instalação da Usina de Belo Monte é considerado ilegal por desembargadora do TRF-1

  Relatora da ação que corre no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) pedindo a anulação do decreto que autorizou a instalação da Usina Hidrelétrica de Belo Monte em 2005, a desembargadora Selene Maria de Almeida votou ontem (17) favoravelmente a um pedido do Ministério Público Federal no Pará (MPF-PA) que considera o decreto ilegal. Para o MPF/PA, o fato de as comunidades indígenas afetadas não terem sido ouvidas devidamente sobre

Com 1 voto favorável ao MPF, julgamento de Belo Monte é adiado

  Relatora Selene Almeida considerou inválido o decreto que autorizou a usina e o licenciamento, pela falta da consulta aos índios, mas Fagundes de Deus pediu vistas do processo O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) iniciou nesta segunda-feira, 17 de outubro, o julgamento do processo sobre a falta das consultas indígenas para autorizar Belo Monte. A relatora do caso, Selene Almeida, em um longo voto lido durante duas horas, votou

Movimentos sociais protestam contra adiamento de decisão sobre Belo Monte

  Entidades contrárias à construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), protestaram ontem (17) contra o adiamento da decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) sobre uma ação que questiona a construção da barragem sem a consulta aos povos indígenas da região. O julgamento do TRF-1 foi interrompido por um pedido de vista do desembargador Fagundes de Deus. A ação civil pública em julgamento foi proposta

Audiência pública discute atendimento a famílias atingidas por Belo Monte na área urbana de Altamira

  Evento será nesta quarta, 19/10, na Casa da Cultura, às 19 horas O Ministério Público Federal (MPF) em Altamira agendou para esta quarta-feira, 19 de outubro, audiência pública para discussão do atendimento às famílias da área urbana do município que serão atingidas pelo alagamento gerado com a construção da hidrelétrica de Belo Monte. O evento será realizado a partir das 19 horas na Casa da Cultura. Para o evento está sendo convidada

SBPC e ABC propõem ao Senado mudanças no projeto de reforma do Código Florestal

  Principais associações científicas do País voltam a se manifestar contra proposta que desfigura lei ambiental, mas agora detalham críticas e soluções para pontos específicos. A SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) e a ABC (Academia Brasileira de Ciências) encaminharam aos senadores, na terça-feira (11), um documento com propostas de mudança para o PLC (Projeto de Lei da Câmara) Nº 30/2011, que tramita no Senado e desfigura o Código Florestal,

Carne ilegal: MPF notifica maior frigorífico do mundo por descumprir acordo pela pecuária sustentável

  O MPF constatou que o frigorífico continuou comprando animais para o abate oriundos de propriedades rurais que constam na lista de áreas embargadas por irregularidades ambientais, dentre outras irregularidades Nesta segunda-feira (17/10), o Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF/MT) enviou uma notificação recomendatória ao frigorífico JBS S/A, pelo descumprimento ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado em maio de 2010, para regularizar a cadeia produtiva da carne no estado. Dentre

CPI do Tráfico de Pessoas ouve bolivianos sobre denúncia de trabalho escravo em São Paulo

  A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico Nacional e Internacional de Pessoas do Senado esteve ontem (17) em São Paulo para ouvir três trabalhadores bolivianos sobre denúncias de trabalho escravo em uma confecção que fabricava peças de roupa para as lojas Zara. Os parlamentares também tomaram os depoimentos de duas pessoas sobre tráfico de pessoas para exploração sexual. Os depoimentos ocorreram sob sigilo, na Assembleia Legislativa de São Paulo

Empresa onde lixo hospitalar norte-americano foi encontrado importa dos EUA desde 2001

  A interdição, na última sexta-feira (15), de uma loja e de um galpão pertencentes à uma empresa têxtil pernambucana reforçou as suspeitas de que lixo hospitalar norte-americano entrava no país e era utilizado na confecção de peças de roupas há anos. Os dois estabelecimentos interditados pela Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa), com apoio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ficam nas cidades de Santa Cruz do Capibaribe e de

Top