SC: assentados produzem sementes orgânicas de hortaliças

Técnico da Ates, Rodrigo Dutra, no canteiro de mudas para a produção de sementes orgânicas. Foto de Fernando Goss
Técnico da Ates, Rodrigo Dutra, no canteiro de mudas para a produção de sementes orgânicas. Foto de Fernando Goss

A produção de sementes de hortaliças orgânicas está possibilitando uma nova perspectiva de renda para agricultores assentados de Santa Catarina. Comercializados com a marca Bionatur, a experiência é iniciativa de uma cooperativa de assentados do Rio Grande do Sul, mas que atualmente vem sendo desenvolvida nos três estados do Sul, além de Minas Gerais. Em Santa Catarina, hoje, são 40 famílias que estão atuando nesse segmento, em assentamentos dos municípios de Abelardo Luz, Passos Maia, Calmom, Matos Costa, Campos Novos e Fraiburgo.

Somente neste ano foram colhidas cerca de duas toneladas de sementes de hortaliças nos assentamentos catarinenses, produzidas de forma totalmente orgânica. A Bionatur, inclusive, conquistou recentemente a certificação de produto orgânico pelo Instituto de Biodinâmica, instituição reconhecida internacionalmente e que permite à cooperativa exportar o produto com esse selo. “O retorno financeiro para o produtor é muito bom, pois existe uma agregação de valor grande e os preços praticados pela cooperativa garantem uma alternativa de renda interessante para o assentado”, ressalta Rodrigo Dutra, técnico de Assessoria Técnica Social e Ambiental (Ates) do Incra e responsável pelo desenvolvimento do projeto em Santa Catarina.

Para o agricultor Leomar Brugnarotto, do assentamento Quigay, no município de Passos Maia, a experiência de cultivar sementes orgânicas de hortaliças está trazendo bons resultados. Com uma pequena área utilizada para o projeto, no verão ele colheu 10 quilos de sementes de abóbora e, na safra de inverno, deve colher mais 20 quilos de semente de couve manteiga. “Como não é preciso muito trabalho, nem área, e com um retorno bom, pretendo aumentar ainda mais a produção de semente, experimentando outras espécies”, disse Brugnarotto.

Para a produção das sementes, as mudas também são produzidas por assentados. Nesse ano, a produção foi centralizada na propriedade da família de Geraldo Rufino dos Reis, no assentamento Santa Rosa II, em Abelardo Luz. No total foram produzidas 50 mil mudas, depois distribuídas para os agricultores que desenvolverão as plantas até a colheita da semente.

Para o próximo ano, o número de mudas deve dobrar, chegando a 100 mil, assim como a perspectiva é aumentar a quantidade de assentados produzindo sementes. As sementes da Bionatur já estão inclusive sendo exportadas, com a comercialização de lotes para a Venezuela, Haiti e Cuba.

* Informações do Ministério do Desenvolvimento Agrário, publicadas pelo EcoDebate, 06/10/2009

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta utilizar o formulário abaixo. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

Participe do grupo Boletim diário EcoDebate
E-mail:
Visitar este grupo

Comentários encerrados.

Top