Minc diz que licenciamento de Angra 3 deve sair ainda em julho

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, disse ontem (11) que a licença para a construção de Angra 3 deve sair ainda este mês.

Mesmo com manifestações contrárias à construção da usina, Minc disse que não há divergências entre o Ministério do Meio Ambiente e o de Minas e Energia, favorável à usina. Ele lembrou que o Ministério de Minas Energia sempre foi favorável às obras, enquanto o Ministério do Meio Ambiente, mesmo com a senadora Marina Silva à frente, sempre esteve contra. Por Isabela Vieira, da Agência Brasil.

“Já disse que eu, individualmente, nunca fui favorável à usina nuclear. Mas a minha opinião e a da ala ambientalista do governo, da qual a ex-ministra Marina faz parte, foi derrotada no Conselho de Política Energética”, afirmou.

“Não vou dar uma de mimado. Afinal, cheguei aqui agora [no ministério]. Não há a menor possibilidade [de interromper o processo de construção da usina]. A questão está praticamente resolvida”, acrescentou.

Carlos Minc disse que vai impor algumas condições para o licenciamento da Usina Nuclear Angra 3.

“A usina vai ter que adotar o Parque Nacional da Bocaina, vai ter que adotar o saneamento de Angra dos Reis [cidade onde será instalada] e vai ter um controle externo de radioatividade gerido por um órgão independe”, informou.

Segundo Minc, o ministério vai exigir também um prazo para que seja apresentando um local para destinação do lixo atômico produzido.

[EcoDebate, 12/07/2008]

Top