Especial: Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2008

População ocupada cresce mais que o total de pessoas de dez anos ou mais de idade Construção é setor com maior expansão de pessoas ocupadas Contingente de ocupados com carteira de trabalho assinada aumenta 7,1% Cresce percentual de ocupados com 11 anos ou mais de estudo Número de contribuintes para instituto de Previdência aumenta 5,9% Cai percentual de trabalhadores não remunerados em atividades agrícolas Cresce grupamento de dirigentes em geral,

Pnad 2008: Trabalho infantil diminui, mas ainda é realidade para 993 mil crianças de 5 a 13 anos

Trabalho infantil. Foto UOL No Brasil, em 2008, havia 92,5 milhões de pessoas com cinco anos ou mais de idade ocupadas, destas, 4,5 milhões tinham de 5 a 17 anos de idade, sendo 993 mil delas crianças de 5 a 13 anos. As pessoas ocupadas representavam 10,2% da população de 5 a 17 anos de idade, 0,7 ponto percentual a menos que em 2007, e 3,3% das crianças de 5 a

Especial: Suplemento Trabalho Infantil – PNAD 2006 – 1,4 milhão de crianças brasileiras de 5 a 13 anos trabalham

Apesar de a legislação brasileira permitir o trabalho, como aprendiz, apenas a partir dos 14 anos de idade, 1,4 milhão de crianças de 5 a 13 anos trabalhavam em 2006, sendo a maioria em atividades agrícolas e não-remuneradas – quadro que praticamente não se alterou entre 2004 e 2006. A Pnad 2006 apontou que o trabalho infantil – das crianças e adolescentes de 5 a 17 anos – está associado

Especial: Suplemento do Programa Social – PNAD 2006 – Em 2006, 10 milhões de domicílios receberam dinheiro de programas sociais

  De 2004 a 2006, o percentual de domicílios onde pelo menos um morador recebia dinheiro de programa social do governo passou de 15,6% para 18,3% em todo o país. Assim, em 2006, do total estimado de 54,7 milhões de domicílios particulares no país, em cerca de 10 milhões (18,3%) houve recebimento de dinheiro de programas sociais, sendo que a maior parte (8,1 milhões de domicílios) recebia rendimento do programa Bolsa

Top