Médicos e Professores, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] O Professor Pedro Oliveira sofreu ao revisar o meu livro “Em busca da Alma do Brasil”, pois a minha proposta era de um “livro falado”, de escrever como as pessoas falam, sem formalismos acadêmicos. O plural correto de “barzinho”, por exemplo, é “barezinhos” e não “barzinhos”, como se diz. O Professor Pedro foi suportando as escolhas do autor, até que um dia desabafou: “Está certo que seja um livro

O Brasil precisa cuidar de seus professores, artigo de Camila Cury

  Se o país pretende zelar pela educação, precisa cuidar dos seus professores     [EcoDebate] Uma pesquisa realizada em 35 países, divulgada no início deste mês pela Varkey Foundation, entidade dedicada à melhoria da educação mundial, mostrou que o Brasil caiu para último lugar no ranking de status do professor. Ou seja, menos de 1 em cada dez brasileiros acha que professor é respeitado em sala de aula. O que falta para o Brasil

Dislexia: por que aconteceu com meu filho? artigo de Genoveva Ribas Claro

  Dislexia - Mais do que procurar “culpados”, família e escola devem se unir para ajudar a criança a superar o distúrbio e nunca esquecer de que a limitação pode ser passageira     [EcoDebate] Nós, seres humanos, somos excessivamente sociais. Temos a possibilidade de nos comunicarmos por meio da linguagem. E a comunicação é uma atividade social, rica e complexa, que envolve competências linguísticas, cognitivas e pragmáticas. Existem no cérebro áreas destinadas para

Conhecendo os projetos de educação na Rocinha, da alfabetização ao pré-vestibular

    O Enem será realizado no dia 4 de novembro e os moradores da Rocinha têm poucas armas para se prepararem para essa batalha na busca por uma vaga na faculdade. Longe desse cenário, seis alunos, entre eles, um casal, estão travando uma guerra particular desde o dia 15 de outubro, dia dos professores. Gelson dos Santos Miranda, 54, bombeiro hidráulico; e Maria Rosangela da Silva, 50, empregada doméstica, são analfabetos

Acesso universal à educação é insuficiente para diminuir desigualdade socioeconômica

  Sistema de cotas e política tributária têm impacto social mais rápido na redução da desigualdade socioeconômica ABr     É possível reduzir a desigualdade socioeconômica no Brasil só pela via educacional? Os sociólogos Marcelo Medeiros (Ipea/UnB), Flávio Carvalhaes (UFRJ) e Rogério Barbosa (Centro de Estudos da Metrópole – USP) fizeram uma série de análises com dados estatísticos e confirmaram que sim. Porém, o resultado é muito aquém do que o senso comum costuma acreditar.

Professor: Agente de Transformação Humana, artigo de Ronaldo Cavalheri

  O professor deve ser o profissional mais valorizado pela nação e estando melhor preparado e alinhado com o movimento de mudanças     [EcoDebate] Em um momento no qual se fala tanto de transformação digital, no qual a tecnologia imprime um ritmo de mudanças de comportamentos nunca visto antes, será que não estamos deixando em segundo plano a transformação que de fato vai ditar os novos rumos do mundo? Parece óbvio, mas não

Museu Nacional e a importância da conservação do patrimônio e pesquisa científica, artigo de Maria Thereza David João

    [EcoDebate] A data de 2 de setembro de 2018 vai ficar para sempre marcada como trágica para a ciência brasileira. O Museu Nacional, no Rio de Janeiro, cujo ano de fundação é 1818, foi consumido pelas chamas após um trágico incêndio. As causas ainda não foram totalmente esclarecidas. A perda do acervo que lá se encontrava - com cerca de 20 milhões de peças, algumas raríssimas - é de valor

Das funções do museu para a sociedade, artigo de Marcos Dias de Araújo

    [EcoDebate] Um museu custa caro: são especialistas no tema da coleção, conservacionistas e museólogos, administradores, sistema de segurança, limpeza, sistema contra incêndio e roubos, marketing. Muitas vezes, o acervo está num prédio histórico que, de antigo, começa a ficar estragado a ponto de ameaçar a integridade do acervo. Aos custos com prédio e pessoal junta-se o custo de preservar e digitalizar o acervo, o que toma tempo e dinheiro. Poucas empresas

Dislexia é o distúrbio de maior incidência nas salas de aula

  Dislexia atinge até 17% da população mundial, e pode atrapalhar o aprendizado Camila Borba Segundo a Associação Brasileira de Dislexia (ABD), a dislexia é um distúrbio ou transtorno de aprendizagem na área da leitura, escrita e soletração. Atualmente, o distúrbio atinge entre até 17% da população mundial. Indivíduos com dificuldades para ler, escrever ou soletrar devem buscar ajuda de um especialista para diagnosticar o distúrbio. Ana Regina Caminha Braga, psicopedagoga, especialista em educação

A Teoria das Representações Sociais no campo da Educação, artigo de Sueli Pereira Donato

    [EcoDebate] É notável que a escola de educação básica em nossa época vivencia inúmeros desafios, muitos deles, provenientes do contexto político, econômico, social, das inovações tecnológicas, entre outros, nos quais estamos inseridos, e que por si só, ou em conjunto demandam profundas transformações estruturais da sociedade, na cultura, para a construção de identidades, nas relações sociais, etc. Fatores esses que, somados, colocam grandes desafios à profissão docente no cotidiano do

A Literatura e a contação de histórias: a arte de ser professor, artigo de Renata Burgo Fedato

    [EcoDebate] A arte de contar histórias necessita se permitir entrar na fantasia e no imaginário do mundo infantil e também juvenil. Mas como fazer isso, se somos adultos, professores, enquanto contadores de histórias? O fato de sermos adultos, muitas vezes, nos impossibilita de mergulhar no imaginário das crianças e ainda mais dos jovens, já que, em muitas situações precisamos racionalizar as questões do dia a dia. Contudo, para ser professor e

ENEM 2018: entender a prova é mais importante do que estudar exaustivamente, aponta especialista

  ENEM - Prova exige resistência mental para ler textos longos sem ser vencido pelo cansaço; treinar desempenho em testes pode ser mais eficaz do que estudar horas por dia Por Lorena Oliva Ramos Em 2018, a prova do ENEM será mais longa do que nos últimos anos. Conhecida por enunciados longos, que misturam interpretação e resolução de problemas do cotidiano, a prova exigirá mais preparo emocional e resistência física dos estudantes. Em

Top