Logística Reversa e Reciclagem no Brasil 2010-2019

  Logística Reversa e Reciclagem no Brasil 2010-2019, artigo de Antonio Silvio Hendges Com a Política Nacional de Resíduos Sólidos - Lei 12.305/2010, a logística reversa é um dos instrumentos da implantação do princípio da responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos. Diversos setores precisam encaminhar ações que implantem sistemas de logística reversa dos produtos e embalagens pós-consumo, priorizando o retorno para um novo ciclo de aproveitamento. As informações deste artigo abordam

A logística reversa e suas interdependências, artigo de Élcio Herbst

  A logística reversa e suas interdependências, artigo de Élcio Herbst Logística Reversa [EcoDebate] A temática dos “resíduos sólidos” é complexa e exige uma visão sistêmica, abrangendo diferentes atores. A ausência de apenas um deles acaba por trazer prejuízos para toda a cadeia. Por esse prisma, a logística reversa também se apresenta com maior necessidade de interação de todos os envolvidos, seja o governo, indústria, comércio, fornecedor ou o consumidor final. E de pouco vale

São Paulo poderá punir empresas sem plano de logística reversa

  Logística Reversa: São Paulo terá critérios que associam plano ao licenciamento ambiental     Começou a valer nesta semana em São Paulo as regras que punem empresas instaladas no estado e que não tenham apresentado um plano de destinação do lixo resultantes dos seus produtos, a chamada logística reversa. Entre as penalidades, está o bloqueio da licença ambiental. A medida faz parte do Plano Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), de 2010, que foi

Logística Reversa: a chave para um planeta mais sustentável, artigo de Nilo Cini Junior

    Logística Reversa: a chave para um planeta mais sustentável, artigo de Nilo Cini Junior [EcoDebate] Nos últimos anos, a sustentabilidade se transformou em um dos temas mais discutidos no setor empresarial. Isso é fruto, principalmente, da conscientização social. O ser humano está cada vez mais certo de que os recursos naturais que estamos utilizando são finitos. Dessa maneira, se não nos preocuparmos com o planeta, as próximas gerações estarão ameaçadas. O

Logística Reversa e Reciclagem dos Resíduos Sólidos no Brasil em 2016, artigo de Antonio Silvio Hendges

Logística Reversa e Reciclagem dos Resíduos Sólidos no Brasil em 2016, artigo de Antonio Silvio Hendges [EcoDebate] Os dados deste artigo tem como base o Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil em 2016, uma publicação da Associação das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais – Abrelpe que anualmente divulga os dados estatísticos relacionados com suas atividades no país. Nos artigos anteriores, estão descritos os dados gerais da produção de resíduos no

Logística Reversa de embalagens, como fazer? artigo de Eduardo de Souza Canal

    [EcoDebate] Do ponto de vista de marketing, a embalagem é um fator decisivo no cenário competitivo, pois o seu design é capaz de conquistar, satisfazer e fidelizar o consumidor. Já do ponto de vista logístico, a embalagem é uma ferramenta utilizada para conter e preservar o produto, além de facilitar sua distribuição, mantendo a integridade até o consumidor final, com os menores custos. No que tange ao consumidor, a embalagem é

Entraves marcam logística reversa de eletroeletrônicos

  Ao final da vida útil de eletroeletrônicos (computadores, aparelhos celulares e geladeiras), o consumidor deve devolvê-los ou aos fabricantes, ou aos importadores ou aos comerciantes para que esses equipamentos tenham uma destinação adequada. Este procedimento, chamado de logística reversa, está previsto na Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), lei 12.305 aprovada em agosto de 2010 pelo Governo Federal mas ainda não implantada. O processo de implantação desta logística foi o

Assinado Acordo Setorial para a Logística Reversa de Lâmpadas

    [Por Antonio Silvio Hendges, para o EcoDebate] Foi assinado no dia 27 de novembro de 2014 em Brasília, o Acordo Setorial para a logística reversa de lâmpadas fluorescentes de vapor de sódio, mercúrio e luz mista, previsto na Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS que estabelece a responsabilidade compartilhada pelos ciclos de vida dos produtos entre os fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes, consumidores e poderes públicos, incluindo-se os resíduos que

Orientações para os procedimentos de manuseio, armazenamento e transporte de produtos e embalagens na logística reversa, artigo de Antonio Silvio Hendges

    [EcoDebate] O Ministério do Meio Ambiente – MMA publicou no Diário Oficial de 08 de setembro de 2014, página 52, as Portarias nº 326/2014 que abre a consulta pública para a elaboração do acordo setorial para a implantação de sistemas de logística reversa de embalagens em geral. Este acordo setorial está previsto na Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS e faz parte da responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida

Acordos Setoriais para Logística Reversa em Consulta Pública – Embalagens e Lâmpadas

    O Ministério do Meio Ambiente – MMA publicou no Diário Oficial de 08 de setembro de 2014, página 52, as Portarias nº 326 e 327 que abrem as consultas públicas para a elaboração dos acordos setoriais para a implantação de sistemas de logística reversa de embalagens em geral - Portaria 326/2014 e para lâmpadas fluorescentes e de vapor de sódio e mercúrio – Portaria 327/2014. Estes acordos setoriais estão previstos

Ciclo de vida do produto, logística reversa e ecodesign, artigo de Roberto Naime

lixo eletrônico

  [EcoDebate] Ecodesign atualmente expressa muito charme entre os projetistas de produtos. Objetivamente busca procurar matérias-primas que sejam recicláveis ou utilizar materiais que sejam reaproveitáveis, já disponíveis desenvolvendo produtos de forma que as misturas de materiais não inviabilizem futuros reaproveitamentos. E com inspirações e motivações envolvendo temas naturais ou temas de reaproveitamento e reciclagem. O conceito de reaproveitamento implica na utilização do material no estado em que se encontra, enquanto reciclagem envolve

ALERJ aprova projeto de logística reversa para o Rio de Janeiro

    Pneus, lâmpadas, eletroeletrônicos, pilhas e embalagens de agrotóxico, após o uso, terão que ser devolvidos para fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes   A Alerj acaba de aprovar, em segunda e última discussão, o Projeto de Lei 1133/2011, de autoria dos deputados Aspásia Camargo e Gustavo Tutuca, que obriga fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de eletroeletrônicos, agrotóxicos, pilhas e baterias, lâmpadas de todos os tipos, pneus e óleos lubrificantes a se estruturarem para

Política Nacional de Resíduos Sólidos. Logística reversa e Responsabilidade Compartilhada. Entrevista com Dan Moche Schneider e Diogo Tunes Alvares da Silva

reciclagem

  “A PNRS estabelece a responsabilidade compartilhada, porém até o presente momento não há clareza e muito menos um consenso sobre a verdadeira responsabilidade de cada setor nesta cadeia”, dizem os engenheiros. Confira a entrevista. “A Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei n. 12.305/2010 e seu Decreto Regulamentador) é um marco histórico nas políticas públicas de saneamento e de meio ambiente. É a ferramenta por meio da qual o tema fundamental e transversal

Responsabilidade compartilhada dos consumidores e a logística reversa, artigo de Antonio Silvio Hendges

    [EcoDebate] A Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS (Lei 12.305/2010 e Decreto 7.404/2010) estabeleceu a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos entre as indústrias, importadores, distribuidores, comerciantes, consumidores e serviços de limpeza urbana para a minimização do volume dos resíduos e rejeitos e a redução dos impactos causados à saúde e qualidade do ambiente. A logística reversa é o instrumento formado por um conjunto de ações, procedimentos

Como as indústrias, importadores, distribuidores e comerciantes devem preparar-se para os acordos setoriais e a logística reversa, por Antonio Silvio Hendges

    1 – ACORDOS SETORIAIS, LOGÍSTICA REVERSA E RESPONSABILIDADE COMPARTILHADA A Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010 e Decreto 7.404/2010) estabeleceu a responsabilidade compartilhada entre as indústrias, importadores, distribuidores, comerciantes, serviços de limpeza pública e consumidores para a minimização dos resíduos e rejeitos e a redução dos impactos à saúde humana e ao meio ambiente decorrentes do ciclo de vida dos produtos. A logística reversa é o instrumento previsto para

Logística reversa, artigo de Roberto Naime

  [EcoDebate] Os planos integrados de gerenciamento de resíduos sólidos são um momento muito propício para que entes governamentais e agentes privados empresariais e da sociedade, compartilhem o mesmo espaço de discussão e construam as alternativas próprias e específicas capazes de atender as peculiaridades das realidades locais. O conceito de logística reversa está presente há bastante tempo no meio empresarial, mas não é unânime, tem sido construído conforme os interesses e características

Comentários sobre logística reversa, artigo de Roberto Naime

  [EcoDebate] A nova lei que estabelece a política nacional de resíduos sólidos (Lei 12.305) é um diploma de princípios e diretrizes mais do que de procedimentos. Leis lembram o judiciário, e é verdade. E nosso judiciário está extremamente condicionado à normas expressas minuciosamente por literalidades. As escolas de direito se esmeram em discutir que as normas só são aplicáveis mediante caracterização de suporte fático. E operadores de direito do setor

Diagnóstico dos Resíduos com Logística Reversa no Brasil, artigo de Antonio Silvio Hendges

  [EcoDebate] O Plano Nacional de Resíduos Sólidos disponível no site do Ministério do Meio Ambiente (www.mma.gov.br) faz um diagnóstico da situação dos resíduos que de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos estão sujeitos à logística reversa, definida como o “instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado pelo conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para

Logística Reversa ou Logística Correta? artigo de Roger Luna

[EcoDebate] Após vários anos, agora é a vez da Logística Reversa mostrar seu valor. Este tema foi esquecido durante anos pelas organizações, as quais, até então, tinham como objetivo final apenas a venda dos seus produtos, não se preocupando com o destino final de possíveis “sobras” geradas pelos seus processos. A mudança de comportamento está ocorrendo à medida que aumentam os lançamentos de produtos. Além disso, a ferramenta de e-commerce avança

Política Nacional de Resíduos Sólidos completa um ano mas logística reversa ainda não é realidade

Sancionada há um ano, no dia 2 de agosto de 2010, a Política Nacional de Resíduos Sólidos mudou a maneira como o governo, em suas três esferas, empresas e cidadãos devem encarar a destinação do lixo. Um dos principais pontos diz respeito à logística reversa, que traz para os vendedores e fabricantes parte da responsabilidade no descarte dos resíduos dos produtos. Esse tema depende de acordos com as cadeias produtoras que

Top