Declínio global dos polinizadores ameaça o rendimento de 85% das safras mais importantes

 

restauração de paisagens agrícolas para serviços ecossistêmicos
A restauração de paisagens agrícolas para serviços ecossistêmicos, como polinização e controle biológico de pragas, precisa de manejo direcionado para aumentar a complexidade e heterogeneidade estrutural. Campos pequenos, culturas diversas e pelo menos um quinto das áreas seminaturais estariam de acordo com a Década das Nações Unidas (2021-2030) sobre restauração de ecossistemas.

Declínio global dos polinizadores ameaça o rendimento de 85% das safras mais importantes

 

O declínio global dos polinizadores ameaça o sucesso reprodutivo de 90 por cento de todas as plantas selvagens em todo o mundo e o rendimento de 85 por cento das safras mais importantes do mundo.

Polinizadores – principalmente abelhas e outros insetos – contribuem com 35 por cento da produção mundial de alimentos. O serviço prestado pelos polinizadores é particularmente importante para garantir alimentos produzidos por mais de dois bilhões de pequenos agricultores em todo o mundo. O artigo foi publicado na One Earth .

Georg-August-Universität Göttingen*

As estimativas atuais colocam o valor dos serviços de polinização em cerca de 200 a 400 bilhões de dólares americanos por ano. Os pequenos agricultores, cujos campos têm menos de dois hectares, representam cerca de 83 por cento de todos os agricultores. Eles se beneficiam dos serviços de polinização muito mais do que os agricultores com grandes campos.

Se os campos forem menores que dois hectares, qualquer queda na produção pode ser reduzida com muito mais eficiência por meio da polinização do que em grandes campos. Muitos pequenos agricultores vivem no Sul Global e sofrem de fome ou desnutrição. As safras que dependem de polinizadores, como frutas e nozes, contêm nutrientes que são particularmente importantes para a saúde.

“Os serviços de polinização na agricultura deveriam receber mais atenção, além da regulação de pragas e um bom suprimento de nutrientes”, afirma o autor, Professor Teja Tscharntke,Chefe do Grupo de Agroecologia da Universidade de Göttingen. Os benefícios não se limitam ao aumento da quantidade que pode ser produzida: sua qualidade também pode ser melhorada, por exemplo, em termos de conteúdo de nutrientes ou por quanto tempo pode ser armazenada.

Os sistemas agroflorestais de pequenos proprietários nos trópicos são particularmente adequados para isso e se destacam por suas comunidades de polinizadores comparativamente ricas em espécies.

“Mais precisa ser feito para conter o declínio dos polinizadores, que são principalmente abelhas e outros insetos. O estresse aos polinizadores causado por agroquímicos, grandes monoculturas e a perda de habitats seminaturais devem ser minimizados”, diz Tscharntke. “No entanto, esforços consideráveis de pesquisa ainda são necessários para tornar as paisagens agrícolas produtivas e, ao mesmo tempo, ricas em espécies – em particular para melhorar a situação nos trópicos.”

Referência:

Teja Tscharntke: Disrupting plant-pollinator systems endangers food security. One Earth (2021), https://doi.org/10.1016/j.oneear.2021.08.022

 

Henrique Cortez *, tradução e edição.

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 24/09/2021

 

A manutenção da revista eletrônica EcoDebate é possível graças ao apoio técnico e hospedagem da Porto Fácil.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top