Futebol e a paixão coletiva em debate, artigo de Montserrat Martins

 

artigo de opinião

 

[EcoDebate] O brasileiro está entre os povos com menor autoestima, é dos que mais fala mal do próprio país, não tendo orgulho de sua pátria, com uma única exceção: veste orgulhoso a camiseta do seu time, seja Flamengo ou Corinthians, Grêmio ou Internacional.

O futebol é a maior paixão esportiva do planeta e aqui no Brasil é a nossa principal atividade coletiva. Nos reunimos eventualmente para eventos musicais, religiosos ou até políticos, enquanto os encontros nos estádios de futebol são regulares e frequentes.

Sendo um fenômeno “de massas”, influencia no comportamento das pessoas, como se observa nos estudos de “Psicologia de Massas”. A conduta de uma pessoa se transforma quando ela faz parte de um grupo, as características individuais dão lugar a pensamentos, sentimentos e condutas grupais.

O comportamento de um indivíduo muda a partir do momento em que ele está envolvido em um grupo, de um modo análogo a “estados alterados de consciência”, como é o caso das mudanças psíquicas que ocorrem nestas 5 (cinco) situações: no estado de apaixonamento (“estar amando”), nos transtornos psiquiátricos, sob efeito de álcool e outras drogas (ou transtornos neurológicos), na hipnose ou similares, ou, por fim, na formação de um grupo.

Sob influência do grupo as pessoas ficam menos racionais, mais impulsivas e imprevisíveis, motivo pelo qual os grandes eventos, principalmente os de futebol, requerem preparação e estratégias dos órgãos de segurança.

Os tumultos que já ocorreram em estádios – e até fora deles, tendência mais recente – requerem medidas adequadas não só dos governantes, mas da sociedade como um todo. Está em debate, por exemplo, o uso de álcool nos estádios.

O Fórum Nacional dos Juizados do Torcedor e de Grandes Eventos, de 16 a 18 de outubro em Porto Alegre, teve o mérito de colocar em debate temas tão importantes como estes, com especialistas das mais diversas áreas e incluindo celebridades esportivas nacionais. Que gere bons frutos, pois a sociedade precisa.

Montserrat Martins, Colunista do EcoDebate, é Psiquiatra, autor de “Em busca da alma do Brasil”.

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 21/10/2019

Futebol e a paixão coletiva em debate, artigo de Montserrat Martins, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 21/10/2019, https://www.ecodebate.com.br/2019/10/21/futebol-e-a-paixao-coletiva-em-debate-artigo-de-montserrat-martins/.

 

PUBLICIDADE / CONTEÚDO RELACIONADO



 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Deixe uma resposta

Top