Governo estuda construção de seis usinas nucleares até 2050, ao custo de US$ 30 bilhões

 

Usina Nuclear, Angra dos Reis
Foto: Divulgação PAC/ABr

 

O governo federal informou ontem (26) que estuda construir seis usinas nucleares até 2050. A informação foi dada pelo secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Reive Barros.

A construção das usinas deve ser incluída no Plano Nacional de Energia (PNE), que está em fase final de elaboração.

Em nota, o ministério destaca que o PNE está em fase final de elaboração e informa que o governo estima investir US$ 30 bilhões na construção das seis usinas.

Os novos reatores deverão produzir 6 gigawatts (GW) de energia – 1 GW em cada. Somados com a produção das usinas de Andrade 1 e 2 e também de Angra 3, prevista para ser concluída em 2026, a potência instalada na matriz nuclear poderá chegar a 9,3 GW.

“O PNE subsidia o governo federal na formulação de sua estratégia para expansão da oferta de energia no longo prazo. Já o Plano Decenal de Energia, que tem horizonte de 10 anos, é um instrumento de planejamento de curto prazo e está sendo produzido para cobrir o período 2019-2029. Neste último, vislumbra-se apenas a entrada em operação de Angra 3”, acrescenta o Ministério de Minas e Energia.

 

Por Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 26/09/2019

Governo estuda construção de seis usinas nucleares até 2050, ao custo de US$ 30 bilhões, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 27/09/2019, https://www.ecodebate.com.br/2019/09/27/governo-estuda-construcao-de-seis-usinas-nucleares-ate-2050-ao-custo-de-usdollar-30-bilhoes/.

 

PUBLICIDADE / CONTEÚDO RELACIONADO



 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Deixe uma resposta

Top