Aves marinhas são ameaçadas por produtos químicos perigosos em plásticos

 

lixo plástico no oceano
Foto: ONU

 

Por Yutaka Nibu, PhD* **

Uma colaboração internacional liderada por cientistas da Universidade de Agricultura e Tecnologia de Tóquio (TUAT), no Japão, descobriu que produtos químicos perigosos foram detectados em plásticos comidos por aves marinhas. Isso sugere que as aves marinhas são contaminadas por esses produtos químicos quando comem plásticos.

Os resultados da pesquisa foram publicados no Boletim de Poluição Marinha em maio de 2019.

Os pesquisadores realizaram uma pesquisa não-alvo de aditivos em 194 peças de plástico ingeridas por aves marinhas, como a Northern Fulmar e a Albatroz. Estes aditivos, que são frequentemente produtos químicos perigosos, são geralmente misturados na maioria dos plásticos, a fim de tornar os plásticos melhores, por exemplo, para estabilizar os polímeros contra a degradação ou oxidação por UV, para simplesmente adicionar cores, e assim por diante.

“Descobrimos que 4 tipos de estabilizadores de UV e 2 retardadores de chama bromados em frequências de detecção de 4,6% e 2,1%, respectivamente”, disse o Dr. Hideshige Takada, autor correspondente e professor do Laboratório de Geoquímica Orgânica da TUAT. “Nossas pesquisas anteriores mostraram que esses aditivos em plásticos são transferidos de plásticos ingeridos e, infelizmente, acumulados em alguns tecidos de aves marinhas”.

“Estes achados implicam que qualquer um desses aditivos pode ser detectado no tecido de aves marinhas que ingerem 15 peças de plástico com probabilidade de 73%. Descobrimos que a ingestão de 15 peças de plástico por um indivíduo está realmente acontecendo no mundo real do Albatroz “, disse o Dr. Takada. “Poderíamos prever no futuro próximo que 90% dos indivíduos acumulariam aditivos derivados de plásticos ingeridos se o número aumentasse em dobro, ou seja, 30 peças por indivíduo.”

Referência:

Piece-by-piece analysis of additives and manufacturing byproducts in plastics ingested by seabirds: Implication for risk of exposure to seabirds. Kosuke Tanaka, Jan A. van Franeker, Tomohiro Deguchi, Hideshige Takada. Marine Pollution Bulletin, 145 (2019) 36-41 https://doi.org/10.1016/j.marpolbul.2019.05.028

 

* Com informações da Tokyo University of Agriculture and Technology

** Tradução e edição de Henrique Cortez, EcoDebate.

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 06/08/2019

Aves marinhas são ameaçadas por produtos químicos perigosos em plásticos, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 6/08/2019, https://www.ecodebate.com.br/2019/08/06/aves-marinhas-sao-ameacadas-por-produtos-quimicos-perigosos-em-plasticos/.

 

PUBLICIDADE / CONTEÚDO RELACIONADO



 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top