EcoDebate: Índice da edição nº 3.237, de 08/07/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Identidade e vocação da capital gaúcha, artigo de Montserrat Martins O ônus do crescimento urbano por espraiamento geográfico, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos 11% das florestas tropicais úmidas degradadas podem ser restauradas para maiores benefícios de carbono, água e vida selvagem Obesidade infantil: medidas drásticas são necessárias para conter a ingestão de refrigerantes Materiais de plástico e restos de cigarro representam mais de 90% dos resíduos encontrados no ambiente

Identidade e vocação da capital gaúcha, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] O fluxo a Porto Alegre de turistas do Mercosul na Copa América, como já fora na Copa do Mundo com turistas internacionais, é um “trailer” de um potencial inexplorado. Mais de 100 milhões de chineses viajam ao exterior por ano e lá gastam bilhões de dólares, um volume de despesas comparado ao PIB de muitos países. Mas apenas 50 mil destes tem o Brasil como destino, porque não existe

O ônus do crescimento urbano por espraiamento geográfico, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos

  Imagem: Rede Nossa São Paulo   [EcoDebate] Diferentemente das condições do mundo desenvolvido, onde prevalecem cidades de crescimento nulo ou extremamente baixo, o que circunscreve e facilita tremendamente sua administração, nós temos o encargo adicional de administrar a cidade e seu crescimento. Ou seja, cabe-nos, adicionalmente, o ônus do crescimento. E é no crescimento das cidades onde, desafortunadamente, mais drasticamente se observam as danosas consequências da ausência de uma regulação técnica mais

11% das florestas tropicais úmidas degradadas podem ser restauradas para maiores benefícios de carbono, água e vida selvagem

  Pesquisadores apontam pontos críticos de restauração em 15 países, incluindo o Brasil, a Indonésia, a Índia e a Colômbia, em quatro continentes, onde as florestas revitalizantes proporcionariam os maiores benefícios de carbono, água e vida selvagem PARTNERS Reforestation Network*     Em um relatório revisado por pares divulgado, os pesquisadores identificaram mais de 100 milhões de hectares de florestas tropicais de terras baixas perdidas - áreas de restauração - espalhadas pela América Central e

Obesidade infantil: medidas drásticas são necessárias para conter a ingestão de refrigerantes

  Por Márcia Wirth Refrigerantes e Obesidade Infantil - Entidades médicas pedem impostos sobre o consumo e limites de marketing para crianças Duas das principais entidades médicas americanas reivindicam impostos mais altos para os refrigerantes e a proibição de publicidade da bebida, na esperança de desencorajar as crianças a consumi-los. Em um comunicado conjunto, a Academia Americana de Pediatria e a Associação Americana de Cardiologia endossaram uma série de recomendações que, segundo as entidades médicas, poderão

Materiais de plástico e restos de cigarro representam mais de 90% dos resíduos encontrados no ambiente marinho brasileiro

  Plástico e resto de cigarro são mais de 90% dos resíduos vistos no mar ABr   Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil   Materiais de plástico e restos de cigarro representam mais de 90% dos resíduos encontrados no ambiente marinho brasileiro, segundo diagnóstico divulgado pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe). Ambos correspondem a 52,4% e 40,4%, respectivamente, do número de objetos coletados. Dados internacionais mostram que, no exterior, os materiais plásticos também

Atlas da Agropecuária Brasileira revela a distribuição da propriedade de terras no Brasil e gravidade de sua confusa situação fundiária

  Realidade apresentada pelo estudo pode impactar políticas públicas e investimentos no país Israel Bumajny, Imaflora     O artigo Who owns Brazilian lands? (A quem pertence as terras brasileiras?) publicado na prestigiosa revista científica Land use Policy na última terça-feira, 25 de junho, traz dados atualizados da malha fundiária descrita no Atlas da Agropecuária Brasileira, que engloba todas as bases fundiárias disponibilizadas publicamente pelo governo brasileiro. O artigo é resultado da colaboração de uma

Inscrições abertas para o curso gratuito Meio Ambiente: Introdução ao Ciclo de Vida

    Profissionais interessados em ampliar os conhecimentos sobre a área ambiental podem se inscrever gratuitamente para o curso Meio Ambiente: Introdução ao Ciclo de Vida, com duração de 40 horas. O curso é indicado para profissionais que, além da formação básica, tenham interesse na área ambiental e estejam familiarizados com palavras-chave como aquecimento global, desmatamento, recursos hídricos, biodiversidade, poluição, resíduos sólidos, reciclagem, desenvolvimento sustentável, entre outros. O curso pretende suprir uma demanda

Top