Seminário em Brasília discute desafios da preservação dos Sistemas Agrícolas Tradicionais – 08 e 09 de julho 2019

 

Sistema Agrícola Tradicional

Os Sistemas Agrícolas Tradicionais (SATs) têm possibilitado, ao longo de milênios, a domesticação de diversas espécies centrais na alimentação mundial, como a mandioca, batata doce, amendoim e abacaxi. No Brasil, os saberes e as práticas associadas à complexidade de um Sistema Agrícola Tradicional são preservados principalmente por comunidades tradicionais e povos indígenas, tendo como desafios o reconhecimento e, em alguns casos, vencer uma situação de vulnerabilidade.

Para preservar e valorizar as riquezas associadas aos SATs, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desenvolve projetos conjuntos com diversos atores públicos. O objetivo é reconhecer, proteger e fomentar a continuidade desses sistemas agrícolas e dos modos de vida tradicionais a eles relacionados. Entre as ações desenvolvidas está o Seminário franco-brasileiro Roças e plantas no campo do patrimônio: os sistemas agrícolas tradicionais em perspectiva, realizado em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento (IRD-França), que acontecerá em Brasília (DF) dias 08 e 09 de julho.

evento gratuito e aberto ao público busca reunir representantes dos povos indígenas e comunidades tradicionais, agentes implementadores de políticas públicas e pesquisadores para um debate pluricultural sobre temas como estratégias locais de conservação da agrobiodiversidade; políticas públicas e instrumentos de valorização e conservação de sistemas agrícolas tradicionais; dinâmicas e valores dos sistemas agrícolas tradicionais e da agrobiodiversidade; e complementaridades, vulnerabilidades e riscos associados à manutenção desses sistemas.

Sistema Agrícola Tradicional

Segundo os pesquisadores do Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento (IRD-França) o maior desafio para garantir a sustentabilidade dos sistemas agrícolas de povos indígenas e comunidades tradicionais é reconhecer na escala nacional, e internacional, seu valor cultural e de referência identitária. O Instituto ressalta que a importância do Sistema também está na manutenção de uma alta diversidade de plantas cultivadas e na conservação de paisagens culturais seculares.

Na última década, ações de reconhecimento e valorização dos saberes de comunidades tradicionais e povos indígenas relativas a todo o cotidiano das práticas agrícolas têm sido realizadas de maneira inovadora por alguns órgãos governamentais brasileiros. Em 2010 e 2018, o Iphan reconheceu como Patrimônio Cultural do Brasil, respectivamente, os Sistemas Agrícolas Tradicionais de etnias indígenas do Rio Negro no Amazonas; e de comunidades quilombolas do Vale do Ribeira, em São Paulo.

Ainda em 2017, o governo brasileiro encaminhou à Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) a primeira candidatura do país ao programa de reconhecimento de sistemas agrícolas tradicionais globalmente importante (Globally Important Heritage Agricultural Systems-GIAHS). Outra importante iniciativa em andamento é a segunda edição do Prêmio BNDES de Boas Práticas para Sistemas Agrícolas Tradicionais, uma ação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), desenvolvido em parceria com o Iphan, Embrapa, FAO e Ministério da Agricultura. O primeiro edital lançado possibilitou mapear e promover ações de boas práticas de salvaguarda e conservação dinâmica de Sistemas Agrícolas Tradicionais. As 15 ações premiadas podem ser conhecidas também em publicação lançada pela Embrapa, Iphan e BNDES.

Sistemas Agrícolas Tradicionais
Os povos e comunidades tradicionais possuem formas únicas de praticar a agricultura, que expressam saberes altamente especializados transmitidos por gerações e que envolvem desde o cultivo da terra, a ecologia das plantas e técnicas de transformação dos produtos até diversos outros processos simbólicos e produtivos, os quais, de maneira integrada, constituem os chamados Sistemas Agrícolas Tradicionais.

Um SAT pode ser definido como um conjunto de elementos que inclui saberes, mitos, formas de organização social, práticas, produtos, técnicas/artefatos e outras manifestações associadas. Eles formam sistemas culturais que envolvem espaços, práticas alimentares e agroecossistemas manejados por povos e comunidades tradicionais e por agricultores familiares e integram o patrimônio cultural imaterial das comunidades que os praticam.

Serviço
Seminário franco-brasileiro Roças e plantas no campo do patrimônio: os sistemas agrícolas tradicionais em perspectiva

Data: 08 e 09 de julho 2019
Local: Auditório da Embrapa – Cenargen
Inscrições, programação e outras informações. 

Fonte: Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 28/06/2019

Seminário em Brasília discute desafios da preservação dos Sistemas Agrícolas Tradicionais – 08 e 09 de julho 2019

, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 1/07/2019, https://www.ecodebate.com.br/2019/07/01/seminario-em-brasilia-discute-desafios-da-preservacao-dos-sistemas-agricolas-tradicionais-08-e-09-de-julho-2019/.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Deixe uma resposta

Top