EcoDebate: Índice da edição nº 3.172, 2019 [de 25/03/2019]

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394 Informações, notícias e artigos sobre temas socioambientais   O conflito intergeracional, as mudanças climáticas e a Terra inabitável, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Imperiosa a participação ativa de Arquitetos e Urbanistas para o correto equacionamento da tragédia urbana associada a áreas de risco, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos Quando mais mulheres são formuladoras de políticas e tomadoras de decisão, o ambiente ganha Estudo mostra que 60% dos municípios da

O conflito intergeracional, as mudanças climáticas e a Terra inabitável, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Não peçam aos seus filhos respostas para a bagunça que vocês fizeram” Greta Thunberg     [EcoDebate] A população humana vem crescendo de geração em geração. Calcula-se que no início do Holoceno (há cerca de 12 mil anos) o número de pessoas no mundo não ultrapassava 5 milhões de habitantes, mas cresceu e chegou em torno de 250 milhões no ano 1 da Era Cristã, saltou para 1 bilhão de pessoas em 1800 e

Imperiosa a participação ativa de Arquitetos e Urbanistas para o correto equacionamento da tragédia urbana associada a áreas de risco, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos

    [EcoDebate] Os graves e recorrentes problemas de ordem geológico-geotécnica-hidrológica que têm vitimado milhares de brasileiros, como processos de enchentes, deslizamentos de taludes e encostas, solapamentos de margens de curso d’água e orlas litorâneas, têm tido sua principal origem na incompatibilidade entre as técnicas de ocupação urbana e as características geológicas e geotécnicas dos terrenos onde são implantadas. No caso dos deslizamentos, ou são ocupados terrenos que por sua alta instabilidade geológica

Quando mais mulheres são formuladoras de políticas e tomadoras de decisão, o ambiente ganha

  Quando mais mulheres estão envolvidas nas decisões do grupo sobre o manejo da terra, o grupo conserva mais - particularmente quando lhes são oferecidos incentivos financeiros, de acordo com um novo estudo da University of Colorado Boulder, publicado esta semana na revista Nature Climate Change . Por Lisa Marshall*     O estudo, que envolveu 440 usuários florestais de três países em desenvolvimento , lança nova luz sobre o papel que as cotas de

Estudo mostra que 60% dos municípios da Amazônia estão com índices de proteção ambiental abaixo da meta

  Estudo publicado pelo Imazon mostra que mais de 400 municípios da Amazônia estão com índices de proteção da floresta abaixo de 17%     Por Stefânia Costa , Imazon Mais de 400 municípios da Amazônia estão com índices de proteção da floresta abaixo de 17%, meta estipulada pela Convenção sobre Diversidade Biológica, acordo internacional que o Brasil é signatário. Os resultados são de um estudo do Imazon que mostra ainda que, somente 240 municípios

As mudanças climáticas estão acontecendo agora e não precisamos esperar o futuro para ver os efeitos

  “Diálogos na USP” discute as mudanças climáticas e possíveis soluções - Especialistas garantem que a solução passaria por medidas de Estado Por Andre Arias, Rádio USP   A Organização das Nações Unidas vem alertando que a meta do Acordo de Paris, assinado em 2015, de limitar o aumento da temperatura média global “abaixo de 2°C em relação aos níveis pré-industriais”, corre o sério risco de não ser alcançada. Isso porque as principais economias,

Três assentados são mortos no Assentamento Salvador Allende, região de Tucuruí (PA)

  Conforme informações preliminares, três pessoas, sendo Dilma Ferreira Silva, da coordenação do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) em Tucuruí, no Pará, seu esposo e outro homem (esse ainda não identificado) foram mortos na residência do casal. Ainda não há informações sobre a motivação do crime. As três pessoas, segundo informações iniciais, foram assassinadas nesta sexta-feira, 22, no Assentamento Salvador Allende, distante cerca de 50 quilômetros do município Tucuruí, no estado

País mantém desde 2011 diferença de aprendizagem entre ricos e pobres; Disparidade chega a ser de 5 vezes, segundo nível socioeconômico

    No Brasil, enquanto 83% dos estudantes mais ricos saem da escola pública tendo aprendido o adequado em língua portuguesa ao final do ensino médio, entre os estudantes mais pobres, essa porcentagem é 17%. Em matemática, 63,6% dos alunos mais ricos aprenderam o adequado e apenas 3,1% dos mais pobres saem da escola sabendo o mínimo considerado suficiente na disciplina. Os dados são do Todos pela Educação (TPE), organização social, sem

Top