Índice da edição nº 2.632, 2016 [19/10/2016]

    Singularidade tecnológica ou estagnação secular? artigo de José Eustáquio Diniz Alves Vulnerabilidades e fenômenos ambientais, artigo de Roberto Naime Brasil e o Protocolo de Nagoya sobre biodiversidade, artigo de Reinaldo Dias Parques urbanos são ilhas de saúde em meio ao aço e concreto das grandes cidades Diminuir desmatamento reduz emissão de gases de efeito estufa no Rio, diz estudo Tecnologia de geração solar flutuante aumenta em 14% a capacidade dos

Singularidade tecnológica ou estagnação secular? artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  "Otimista é um pessimista mal informado!"     [EcoDebate] Uma pergunta que esteve na moda no século XVIII e que mobilizou o debate entre os iluministas da época (e sempre volta à tona) é: O mundo caminha para o aperfeiçoamento da civilização ou para o retrocesso da barbárie? Nos últimos 250 anos, o otimismo da evolução humana venceu o pessimismo (embora não se possa falar o mesmo sobre o meio ambiente). O progresso humano

Vulnerabilidades e fenômenos ambientais, artigo de Roberto Naime

      [EcoDebate] Os dados oficiais de desastres naturais trazem um problema frequentemente ignorado no âmbito da saúde coletiva nacional, que dão conta apenas no período imediato pós-desastre. As informações não levam em conta as populações reincidentes, que sofrem com os mesmos tipos de eventos através dos anos. A ocorrência de eventos naturais extremos, cada vez mais frequentes, conforme apontam os estudos sobre as mudanças climáticas, somados às condições de vulnerabilidade social e ambiental

Brasil e o Protocolo de Nagoya sobre biodiversidade, artigo de Reinaldo Dias

    [EcoDebate] O protocolo de Nagoya foi aprovado na décima Conferência das Partes (COP-10) do Convenio de Diversidade Biológica (CDB) e trata-se de um acordo internacional “sobre uso dos recursos genéticos e participação justa e equitativa nos benefícios derivados de sua utilização”, que entrou em vigor em 2014. O protocolo estabelece um reconhecimento internacional da soberania dos Estados nacionais, sobre os recursos genéticos existentes em seu território. A atividade de recolhimento, produção,

Parques urbanos são ilhas de saúde em meio ao aço e concreto das grandes cidades

  Para Saldiva, a compreensão de uma saúde mais integral começa a ser atingida pelos órgãos reguladores de saúde Da Rádio USP     “Parque é tudo de bom”, afirma o professor Paulo Saldiva em sua coluna semanal para a Rádio USP. Ao abordar a importância dos parques na manutenção da qualidade de vida das pessoas, ele lembra que os parques reduzem as ilhas de calor e recompõem a umidade perdida pela concretagem do terreno, além

Diminuir desmatamento reduz emissão de gases de efeito estufa no Rio, diz estudo

  O estado do Rio de Janeiro teve um avanço no combate ao desmatamento entre 2005 e 2010 e reduziu pela metade as emissões de gases de efeito estufa resultantes desse tipo de ação. A conclusão se baseia em dados que fazem parte do Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), que teve edições para 2005 e 2010. Agora, haverá um outro em relação ao ano de 2015, além

Tecnologia de geração solar flutuante aumenta em 14% a capacidade dos painéis fotovoltaicos

  Ganho de eficiência se deve em função do resfriamento da temperatura dos equipamentos instalados no espelho d’água     Estudos feitos em usinas solares flutuantes da Europa e Ásia, locais onde o nível de irradiação é bem menor do que no território brasileiro, mostram que a tecnologia de geração solar no espelho d’água gera aproximadamente 14% a mais de eletricidade do que a geração solar em terra ou no telhado. De acordo com os

Desperdício de alimentos é tema de campanha liderada pela Embrapa, FAO e WWF-Brasil

    Reduzir o desperdício de alimentos pela metade até o ano de 2030 é um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável aprovados pelas Nações Unidas em 2015. Diversos países têm estabelecido planos de ação para alcançar a meta e campanhas como a “Love Food Hate Waste”, realizada no Reino Unido, têm alcançado bons resultados. Para ampliar a consciência dos consumidores brasileiros sobre o desperdício de alimentos e gerar um impacto positivo nos

Top