BNDES e MMA lançam programa para recuperação da Mata Atlântica e outros biomas

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e o Ministério do Meio Ambiente lançaram ontem (5) o programa BNDES Restauração Ecológica, que vai financiar com recursos não reembolsáveis, projetos de recuperação da vegetação nativa em biomas como a Mata Atlântica, os Pampas e o Cerrado.

 

A Mata Atlântica é considerada prioritária por estar próxima da população urbana, por ser a que possui menor vegetação nativa e também por seu papel na manutenção do abastecimento de água na Região Sudeste. Foto de Tânia Rêgo/Agência Brasil

 

A primeira fase do programa contará com recursos de R$ 20 milhões e começará com foco na Mata Atlântica, bioma que era atendido pelo programa BNDES Mata Atlântica, já encerrado e que contribuiu para a formulação do atual programa. A Mata Atlântica é considerada prioritária por estar próxima da população urbana, por ser a que possui menor vegetação nativa remanescente e também por seu papel na manutenção do abastecimento de água na região Sudeste.

O presidente do banco, Luciano Coutinho, considerou o programa um passo inicial para aumentar a escala da restauração ecológica no Brasil: “Temos um imenso desafio pela frente, e esse desafio é de 12 milhões de hectares nos próximos 20 anos, de recuperação no Plano Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa. É um superdesafio, e esse é um pequeno passo inicial. Um passo que temos muito orgulho de fazer e ao qual se sucederão outros”.

A ministra Izabella Teixeira considerou 12 milhões de hectares um prognóstico conservador. “Mas, para quem tinha zero, 12 milhões passa a ser um sonho de consumo”, disse. Segundo a ministra, o Cadastro Ambiental Rural mostrou que há, pelo menos, 22 milhões de hectares a serem restaurados: ” temos que ser competitivos, temos que ter inovação tecnológica e temos que usar isso a favor do nosso desenvolvimento e não como restrição”.

As regras para se candidatar ao financiamento serão divulgadas na tarde de hoje, no site do banco, e o prazo para submeter um projeto vai até o próximo dia 3 de julho. As iniciativas deverão propor a recuperação de áreas com entre 200 e 400 hectares, sem a necessidade de serem contínuas.

As áreas a serem recuperadas poderão ser em unidades de conservação, de posse ou domínio público, em Reserva Particular do Patrimônio Natural constituídas voluntariamente, em Reserva Legal e em Assentamentos da Reforma Agrária ou em Territórios Quilombolas, em terras indígenas reconhecidas pela Fundação Nacional do Índio e em áreas de preservação permanente (APP). Poderão ser financiadas aquisição de sementes, mudas, insumos, máquinas e equipamentos, cercas, viveiros de espécies nativas, mão de obra, pesquisas e outros investimentos.

O diretor do BNDES José Henrique Paim, que está à frente do projeto, afirmou que a iniciativa vai atender a um aumento da demanda por restauração que virá como resultado do Código Florestal e um dos objetivos será fortalecer a cadeia técnica do setor de restauração ecológica no Brasil.

Todos os biomas brasileiros poderão ser contemplados, com atual exceção da Amazônia, que já conta com o Fundo Amazônia.

Na iniciativa Mata Atlântica, encerrada com o lançamento do Programa BNDES Restauração Ecológica, 15 projetos foram financiados com R$ 43 milhões para a recuperação de 3 mil hectares. Os trabalhos já foram iniciados em 1,8 mil hectares.

Por Vinícius Lisboa, da Agência Brasil.

** Veja as regras e orientações completas aqui: http://bit.ly/1F28xdc

Publicado no Portal EcoDebate, 06/05/2015


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Um comentário em “BNDES e MMA lançam programa para recuperação da Mata Atlântica e outros biomas

  1. BNDES Restauração Ecológica, 15 projetos foram financiados com R$ 43 milhões para a recuperação de 3 mil hectares: R$ 15.000,00 por hectare!!!! Coitado do pequeno produtor que tiver que financiar…

Comentários encerrados.

Top