Tribunal japonês decide contra reativação de reatores nucleares

 

radiação

 

Um tribunal japonês manifestou-se hoje (14) contra a reativação de dois reatores nucleares, apesar de a central ter luz verde do regulador para retomar a atividade, informam as agências internacionais.

Decisão do tribunal da província de Fukui, no Oeste do Japão, impede a Kansai Electric Power de reiniciar os reatores 3 e 4 da sua central de Takahama, apesar de eles cumprirem os novos padrões em matéria de segurança impostos pela Autoridade de Regulação Nuclear (NRA).

A Justiça nipônica deu razão a nove cidadãos de Fukui, Osaka e Quioto – cidades localizadas perto da central nuclear – que, em dezembro do ano passado, processaram a empresa, por considerar que ela estava desvalorizando o perigo real de um terremoto na região, que pode provocar um acidente grave na central.

Com a ordem judicial, que terá efeito imediato, fica muito difícil que a Kansai Electric, que anunciou a intenção de recorrer da sentença, cumpra o objetivo de reativar as unidades este ano.

Os 43 reatores nucleares considerados operacionais no Japão mantêm-se atualmente desativados por causa do acidente de Fukushima, em 11 de março de 2011, informa a agência EFE.

Duas centrais que receberam luz verde da Autoridade de Regulação Nuclear do Japão devem começar, no entanto, a produzir novamente eletricidade até o verão, apesar da forte oposição da opinião pública nas pesquisas.

Da Agência Lusa / ABr

Publicado no Portal EcoDebate, 14/04/2015


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top