Assembleia do Pnuma vai debater tráfico de flora e fauna, crime ambiental que gera US$ 200 bilhões

 

 

Chefe da agência da ONU, Achim Steiner, diz que produtos mais contrabandeados são madeira, marfim e chifres de rinoceronte; relatório sobre o tema deve ser divulgado nesta quarta-feira, em Nairobi, durante a realização da primeira Assembleia sobre o Meio Ambiente. 

Mônica Villela Grayley, enviada especial da Rádio ONU a Nairobi. 

Uma forma coordenada de combate ao crime ambiental e ao tráfico de espécies silvestres é um dos temas da primeira Assembleia sobre Meio Ambiente das Nações Unidas, que será aberta nesta segunda-feira em Nairobi, capital do Quênia. 

O tráfico da fauna e da flora gera cerca de US$ 200 bilhões por ano, como explicou o chefe do Programa da ONU para o Meio Ambiente, Achim Steiner. 

Leis  

Achim Steiner afirmou que a Assembleia em Nairobi irá debater uma forma de controlar o crime ambiental de maneira coordenada com medidas legislativas, de implementação da lei e de cooperação entre países, além da polícia internacional, Interpol. 

Para o chefe do Pnuma, o crime ambiental está empobrecendo nações, minando os sistemas de governo e ameaçando a fauna e a flora de vários países. 

Lixo Ambiental 

Achim Steiner fez as declarações durante entrevista a jornalistas na sede do Pnuma em Nairobi. A agência da ONU está abrigando durante toda esta semana uma série de reuniões da primeira Assembleia do Meio Ambiente. 

Entre os temas debatidos estão também a questão de gênero, componentes químicos e lixo ambiental, economia verde e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que passarão a valer após 2015, quando expira o prazo para o cumprimento das Metas do Milênio. 

Mais de 160 países enviaram seus ministros do Meio Ambiente e do Desenvolvimento a Nairobi. O evento está sendo acompanhado ainda por jornalistas de todos os continentes. 

O encontro termina na sexta-feira, com a participação do secretário-geral Ban Ki-moon.

EcoDebate, 24/06/2014


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Um comentário em “Assembleia do Pnuma vai debater tráfico de flora e fauna, crime ambiental que gera US$ 200 bilhões

  1. O problema é que tanto reunismo não produzem ações efetivas que é o que se requer.
    O problema já é consabido de todos até a saciedade, portanto o que se requer são ações concretas.

    Entre elas chamar toas as instâncias governamentais dos 3 entes federados relacionadas a meio ambiente para promoverem ações fiscalizatórias que englobem também a biopirataria que grassa solta como erva daninha e sem controle real.

Comentários encerrados.

Top