Crimes contra animais em extinção: lucros chegam a 10 bilhões de dólares, afirma ONU

 

Rinocerontes-de-sumatra
Rinocerontes-de-sumatra, espécie ameaçada de extinção. Seus chifres são cobiçados por caçadores. Foto: Charles W. Hardin (Creative Commons)

 

O diretor executivo do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), Yury Fedotov, afirmou nesta terça-feira (13) que, com lucros anuais entre 8 e 10 bilhões de dólares, os crimes contra a vida silvestre e o meio ambiente são comparáveis ao lucro obtido com o tráfico humano, de armas e de drogas. Fedotov lembrou que este é um crime  transnacional organizado muito sério que exige uma legislação eficaz e sistemas de justiça penal.

“A caça clandestina, por exemplo, é tão disseminada que diversas espécies correm o risco de serem extintas na próxima década – e todos teremos que arcar com os custos destas perdas”, disse Fedotov, durante o segundo dia da 23ª  Sessão da Comissão sobre Prevenção ao Crime e Justiça Criminal, em Viena (Áustria).

Enfatizando a necessidade de uma “responsabilidade compartilhada”, o UNODC atualmente trabalha com governos e parceiros globais – como o Consócio Internacional para o Combate aos Crimes contra a Vida Silvestre – para aprimorar a legislação, fortalecer os sistemas jurídicos e intensificar o cumprimento da lei. O Escritório também lançará em breve o Programa Global para Combate aos Crimes contra a Vida Silvestre e contra o Meio Ambiente, que proverá assistência regional e nacional aos locais mais afetados por essas práticas, auxiliará aos Estados a introduzir formas de sustento em suas comunidades e investigará também crimes pertinentes a lavagem de dinheiro e corrupção.

A Comissão sobre Prevenção ao Crime e Justiça Criminal, organismo mais importante da ONU na prevenção do crime, se reúne semestralmente para avaliar a situação mundial nesta área e fazer recomendações aos Estados-membros. A 23ª  sessão estará reunida até sexta-feira, dia 16.

Fonte: ONU Brasil

 

EcoDebate, 16/05/2014


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top