Técnicos e estudantes do Amazonas adquirem conhecimentos agroecológicos para repassar aos agricultores

 

agroecologia
A agroecologia é um sistema de produção agrícola alternativa que busca a sustentabilidade da agricultura familiar resgatando práticas que permitam ao agricultor pobre produzir sem depender de insumos industriais como agrotóxicos, por exemplo. – Charge por Latuff

 

A agroecologia é o tema da semana para técnicos e estudantes do Amazonas interessados em aprender mais sobre o assunto. Durante cinco dias, de 10 a 14 de março, a Embrapa Amazônia Ocidental e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam) realizam o curso intitulado Agroecologia, com o objetivo de contribuir com conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias para que os profissionais auxiliem os agricultores familiares na implantação de práticas agroecológicas.

A capacitação – que faz parte do Projeto da Embrapa Vitrines permanentes de tecnologias para a transição agroecológica – acontece no Campus do Ifam localizado na Zona Leste de Manaus. O curso conta com a instrução dos pesquisadores da Embrapa Amazônia Ocidental, José Nestor de Paula Lourenço e Rosângela dos Reis Guimarães, e da professora do Ifam, Francisneide de Souza Lourenço.

A programação do curso compreende a abordagem de diversos assuntos, como conceitos de agricultura convencional, assim como seus princípios, evolução, práticas adotadas, resultados e problemas; os conceitos de agroecologia e o que é a transição agroecológica; e os princípios ecológicos na agricultura, como a dinâmica de nutrientes, da água e da energia, biologia do solo e biodiversidade.

A capacitação ainda conta com a discussão sobre temas como base ecológica do manejo de pragas e doenças; ecologia do manejo de ervas invasoras; a ciclagem de nutrientes no agroecossistema, através da adubação verde e da compostagem; manejo sustentável do solo, por meio de técnicas como o cultivo em faixas, cordões de contorno, cultivo mínimo, plantio direto e “mulching”; e os modelos alternativos de agricultura – orgânica, biodinâmica e natural.

Por último, a atividade contempla a introdução à produção agroecológica específica em olerícolas, frutíferas, cereais e pastagens, além dos sistemas agroflorestais.

Confira abaixo a programação do evento:

Programação

10 de março de 2014, segunda-feira

8h – Inscrições

8h30 – Abertura

9h – Formas de agricultura, princípios convencionais, evolução, práticas adotadas – Nestor Lourenço

10h – Formas de agricultura convencional, resultados e problemas – Nestor Lourenço

12h – Encerramento

11 de março de 2014, terça-feira

8h – O conceito e princípios de agroecologia – Francisneide Lourenço

10h – Filosofia da ciência Agroecologia, construção participativa do conceito, o que é transição agroecológica – Francisneide Lourenço

12h – Encerramento

12 de março de 2014, quarta-feira.

8h – Princípios ecológicos na agricultura: dinâmica de nutrientes, da água e da energia, biologia do solo, biodiversidade – Nestor Lourenço

10h – Base ecológica do manejo de pragas e doenças – Nestor Lourenço

12h – Encerramento

13 de março de 2014, quinta-feira.

8h – Ecologia do manejo de ervas espontâneas – Rosângela Reis

10h – A ciclagem de nutrientes no agroecossistema através da adubação verde e da compostagem – Rosângela Reis

12h – Encerramento

14 de março de 2014, sexta-feira

8h – Manejo sustentável do solo: cultivo em faixas, cordões de contorno, cultivo mínimo, plantio direto e “mulching” – Nestor Lourenço

10h – Modelos alternativos de agricultura: orgânica, biodinâmica e natural. Introdução à produção agroecológica específica em olerícolas, frutíferas, cereais e pastagens e sistemas agroflorestais – Francisneide Lourenço

11h30 – Avaliação do curso

12h – Encerramento

Colaboração de Felipe Rosa, Jornalista da Embrapa Amazônia Ocidental, para o EcoDebate, 12/03/2014


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top