Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.029, de 06/03/2014

    Sem chicha de arroz, artigo de Montserrat Martins Por que as empresas devem investir em educação ambiental? artigo de Antonio Silvio Hendges Colmeias exterminadas por agrotóxicos são problema mundial. No Brasil, há registros em São Paulo e Minas Ibama apreende 14 km de redes no defeso da piracema nos açudes da Paraíba ONU e FAO pedem políticas a favor da agricultura familiar Apagão? Não, imposição de um modelo decadente, por

Sem chicha de arroz, artigo de Montserrat Martins

  Chicha venezuelana. Foto: Venezuelan Cooking Blog   [EcoDebate] Lembro da Venezuela ensolarada, com o povo nas ruas só a caminho do trabalho ou a passeio. Era dezembro de 2010 quando estive em férias na linda Caracas, com seu teleférico que vai a uma altura impressionante, uma metrópole latino-americana emoldurada por seus morros e próxima ao mar do Caribe. Um povo alegre andando nas ruas, muitos vestindo camisetas dos seus times de beisebol

Por que as empresas devem investir em educação ambiental? artigo de Antonio Silvio Hendges

    [EcoDebate] A educação ambiental é definida como “os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade” – Lei 9.795/1999, artigo 1º. Os objetivos são desenvolver a compreensão integrada do meio ambiente em suas relações ecológicas, psicológicas, legais, políticas,

Colmeias exterminadas por agrotóxicos são problema mundial. No Brasil, há registros em São Paulo e Minas

    LUCIENE DE ASSIS O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) está investigando o extermínio de abelhas por intoxicação por agrotóxicos em colmeias de São Paulo e Minas Gerais. Os estudos com inseticidas do tipo neonicotinóides devem estar concluídos no primeiro semestre de 2015. Trata-se de um problema de escala mundial, presente, inclusive, em países do chamado primeiro mundo, e que traz como consequência grave ameaça aos seres

Ibama apreende 14 km de redes no defeso da piracema nos açudes da Paraíba

    A fiscalização do Ibama na Paraíba apreendeu 14.200 metros de redes durante a operação Piracema, realizada entre os dias 12 e 21 de fevereiro, nos açudes São Gonçalo (Sousa), Engenheiro Ávidos (São José de Piranhas), Lagoa do Arroz (Cajazeiras), Estevam Marinho e Mãe D´Água (Coremas), Engenheiro Arcoverde (Condado), e Açude dos Cegos (Catingueira). As equipes de fiscalização realizaram patrulhamento nos açudes, retirando as redes de pesca encontradas nos locais. Além das

ONU e FAO pedem políticas a favor da agricultura familiar

  Chefes da ONU e da FAO pediram apoio ao Ano Internacional da Agricultura Familiar durante encontro na Hungria. Estudo recente em 93 países aponta que as produções familiares representam mais de 90% de todas as produções agrícolas. Agricultura familiar na Hungria. Foto: AMC/reprodução O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon e o diretor-geral da FAO, o brasileiro José Graziano da Silva, pediram nesta quarta-feira (5) aos governos que aumentem o apoio aos

Apagão? Não, imposição de um modelo decadente, por Telma Monteiro

  Charge: sociedadealternativasaorafaelrn.blogspot.com   Ironia do destino. O JN informou que as hidrelétricas estão com nível quase igual ao da época do apagão. “Foi o terceiro mês seguido de queda. A quantidade de água dos reservatórios nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, que abastecem 70% do país, vem baixando desde o início da temporada de chuvas: 43% da capacidade de armazenamento em dezembro do ano passado; 40% em janeiro deste ano e 34% agora em

Cidade das Águas Unesco-HidroEX oferece 40 bolsas para curso de MBA a distância de Engenharia e Inovação

    O Governo de Minas, por meio da Rede UAITEC (Programa Educacional da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de MG) e em parceria com o Veduca (VDC Tecnologia em Educação Ltda) e Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep) abriu 1.000 vagas para o curso de MBA a distância de Engenharia e Inovação para todo estado. Para Frutal, o Governo vai custear 40 bolsas de estudo, por meio

Resenha do livro de Davi Kopenawa e Bruce Albert, ‘La Chute du Ciel: paroles d’un chaman yanomami’, por Mônica C. Lepri

  Kopenawa, Davi & Albert, Bruce La Chute du Ciel: paroles d’un chaman yanomami Paris, PLON/Terre Humaine, 2010 Resenha de Mônica C. Lepri Antropóloga INCRA-RJ / Doutoranda PPGA/UFF La Chute du Ciel: paroles d’un chaman yanomami Ao futuro leitor da esperada tradução brasileira de La Chute du Ciel (CC),1 sobretudo o não-especialista em Etnologia Ameríndia que seu primeiro autor - o xamã yanomami Davi Kopenawa (DK) - visou alcançar, sugiro iniciar a leitura deste tesouro “desenhado na

1964-2014: Cinquenta anos de dispersão, por Mércio P. Gomes

  Imagem: Alcar Sul   Na rememoração dos 50 anos do golpe militar vêm surgindo diversas novas explicações sobre esse infausto acontecimento que deixou uma herança tenebrosa para o Brasil. A principal delas é que o golpe não foi só militar, mas também civil. Isto é, uma parte significante da sociedade brasileira, especialmente aquela capaz de veicular suas atitudes contrárias ao que estava acontecendo no país, demonstrou que não queria o tipo de

Top