Cientista político diz que plebiscito sobre reforma política é ‘enganação’

 

Pactos de Dilma
por Alpino para o Yahoo Notícias cedido ao Humor Político

 

O programa Amazônia Brasileira, da Rádio Nacional da Amazônia, entrevistou ontem (9) o cientista político e pesquisador da Universidade de Brasília Antônio Flávio Testa sobre as propostas de reforma política. Para ele, o problema atualmente, no país, é de gestão. “Plebiscito é uma grande enganação que o governo está propondo para a população, desviando o foco”, afirmou. Confira a entrevista.

Apresentação Beth Begonha, da Radioagência Nacional / EBC

 

EcoDebate, 10/07/2013


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Um comentário em “Cientista político diz que plebiscito sobre reforma política é ‘enganação’

  1. Ao professor faltou estar nas ruas em SP na segunda 17/06/13 onde só em SP mais de 1 milhão de paulistanos foram as ruas.

    A proposta de organização do sistema de representação legislativo que hoje é um caos em um país continental é antiga, tem mais de 10 anos, e só de PEC são 3 anos conforme: http://pt.scribd.com/doc/64997507/Proposta-de-Emenda-Constitucional-para-voto-distrital-puro

    Com relação aos partidos, as reclamações culminavam justamente na questão da falta de representação dado o total que hoje já passou dos 30, muitos ai, criados de forma paralela e sem exposição midiática, onde em paralelo nascem com um poder maior de manter-se a um sistema de comunicação segmentado, diferentemente dos atuais que investem em repetição.

Comentários encerrados.

Top