Parque Thermas de Itá (Concórdia, SC) é interditado por irregularidades ambientais

 

notícia

 

PM Ambiental interditou o empreendimento após inspeção do MPF

O MPF em Concórdia (MPF/SC) instaurou inquérito civil para apurar as irregularidades e identificar os responsáveis pelo funcionamento inadequado da estação de tratamento do Parque Thermas de Itá. Após receber denúncia de que a estação estaria lançando o esgoto diretamente no Rio Uruguai, o MPF realizou inspeção “in loco”, em conjunto com a Polícia Militar Ambiental.

No local, pôde-se constatar o mau cheiro, a presença de espuma e o acúmulo de lodo na saída da estação de tratamento, que é canalizada até as proximidades de um pequeno córrego, que poucos metros à frente deságua no Rio Uruguai. No barranco desse pequeno córrego, havia uma espessa camada de lodo e o acúmulo de muita espuma, com um líquido escuro escorrendo diretamente para o curso d’água.

Segundo informado pelo administrador do parque e pela técnica responsável, há dois anos o empreendimento está com a licença ambiental de operação vencida e a estação de tratamento de esgoto não recebe a devida manutenção.

Diante das irregularidades constatadas, a PM Ambiental procedeu à autuação e à interdição do empreendimento. Segundo informado pelo comando daquele órgão policial, a estação de tratamento do parque não está mais em operação, tendo cessado a emissão de poluentes.

Informe da Procuradoria da República em Santa Catarina, publicado pelo EcoDebate, 09/07/2013


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top