Caminhada pela defesa dos direitos humanos reúne movimentos sociais em Copacabana

 

Caminhada pela defesa dos direitos humanos reúne movimentos sociais em Copacabana
Foto compartilhada por Marcelo Freixo, no Facebook

 

Uma caminhada na orla de Copacabana reuniu cerca de mil e quinhentas pessoas em mais um ato organizado por movimentos sociais, pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e pelos deputados federais do PSOL, Jean Wyllys e Chico Alencar e o estadual Marcelo Freixo todos do Rio de Janeiro, contra a intolerância e a discriminação. “Foram muitos os movimentos sociais presentes. Movimentos que trabalham com a questão das cotas raciais, movimentos religiosos, da agenda LGBT, enfim, diferentes grupos que representam diversas bandeiras”, comentou o deputado Marcelo Freixo.

Segundo o parlamentar, o objetivo da manifestação é dar espaço para que a sociedade possa se pronunciar sobre algo que consideram muito grave por não respeitar a história e a importância da Comissão de Direitos Humanos do Congresso Nacional. “É uma ameaça ao estado laico, ao estado democrático de direito. Não é possível que uma comissão do Congresso Nacional, importante como é a de Direitos Humanos – que tem suas bandeiras históricas e um processo de construção histórico coletivo – tenha alguém à frente que representa um grupo com maioria na Comissão, e que nega essas bandeiras”.

Para Freixo, o atual presidente da comissão, deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), “não só não tem o perfil dessas bandeiras, mas suas falas representam, claramente, violações a esses direitos. É um grupo fundamentalista e isso na história da humanidade custa muito caro à sociedade”, analisou.

De acordo com o deputado, os organizadores vão se reunir novamente nessa semana para marcar novas manifestações no Rio de Janeiro. Ele disse que a próxima pode ser em outra área da cidade, como o Mercadão de Madureira, no subúrbio do Rio. “A ideia é buscar várias vozes contra esse processo de intolerância e preconceito marcado no Congresso. É bom que a sociedade se manifeste”, completou.

Reportagem de Cristina Indio do Brasil, da Agência Brasil, publicada pelo EcoDebate, 08/04/2013


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Um comentário em “Caminhada pela defesa dos direitos humanos reúne movimentos sociais em Copacabana

  1. Eu também estava lá, contra a política racista de perseguição dos índios da Aldeia Maracanã pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro!!!

Comentários encerrados.

Top