ANP e Capitania dos Portos vão investigar vazamento de óleo de plataforma da Petrobras

 

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) vai investigar a causa do vazamento de óleo no navio-plataforma FPWSO Dynamic Producer. A agência designou uma equipe que iniciará hoje (1º) uma investigação no local onde ocorreu o acidente e apurar as causas.

O navio opera na região do pré-sal, na Bacia de Santos e está a cerca de 250 quilômetros do município paulista de Ilhabela. Não há, segundo a ANP, indício de que o vazamento, estimado pela Petrobras em 160 barris, atinja a costa.

A Capitania dos Portos do Rio de Janeiro instaurou inquérito administrativo para apurar o vazamento de óleo no mar do navio-plataforma FPWSO Dynamic Producer, da Petrobras, na Bacia de Santos, por volta das 8h30 da manhã, a 300 quilômetros (km) da costa do estado de São Paulo. O inquérito tem 90 dias para ser concluído.

A Marinha enviou para o local do acidente a Fragata Niterói, com um helicóptero a bordo, para verificar as ações de resposta tomadas pela estatal, observar a extensão da mancha e sua deriva, bem como realizar a filmagem e o registro fotográfico do vazamento. A embarcação deve chegar agora à noite na área do pré-sal na Bacia de Santos.

A Marinha instituiu um Grupo de Acompanhamento para monitorar e avaliar as ações da Petrobras visando às ações que estão sendo tomadas pela estatal para evitar os danos ao meio ambiente.

Em comunicado, a Petrobras informou que o poço foi fechado automaticamente após o rompimento e acionou seu Plano de Emergência com duas embarcações de grande porte, apropriadas para realizar as ações de resposta à poluição ambiental. A estimativa de vazamento é de 160 barris de petróleo. A estatal estima no comunicado que o óleo não atingirá o continente.

A Petrobras disse que acionou o seu plano de emergência. O incidente foi comunicado ao governo federal, por meio da Marinha, do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da ANP.

Reportagem de Alana Gandra e Douglas Corrêa, da Agência Brasil, publicada pelo EcoDebate, 01/02/2012

[ O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Alexa

Top