Nota do Movimento Xingu Vivo para Sempre: O que vale, para este governo, a palavra dada?

No dia 8 de fevereiro de 2011, dez lideranças e caciques da Bacia do Xingu fomos recebidos no Palácio do Planalto em audiência oficial. Em nome de centenas de indígenas e ribeirinhos que aguardavam do lado de fora, e de 604.317 cidadãos e cidadãs brasileiros e do mundo, que declararam publicamente, em abaixo-assinados, seu repúdio à hidrelétrica de Belo Monte, entregamos ao governo um documento com denúncias sobre as múltiplas ilegalidades do processo de licenciamento da usina, e apresentamos as nossas propostas para uma nova política energética para o Brasil.

Ao nos receber em nome da presidente Dilma Rousseff, Rogério Sotilli, secretário executivo – e, naquele momento, ministro interino – da Secretaria Geral da Presidência, afirmou textualmente: “Eu vou levar à presidente Dilma o relato deste encontro com vocês, que eu prezo talvez como um dos mais importantes da minha relação política no governo, onde estou desde o início do governo Lula. Eu vou levar esta carta, este manifesto de vocês (…). O que eu posso adiantar para vocês é que a Secretaria Geral da Presidência da República tem essa permissão de dialogar com a sociedade civil. E isso nós vamos assumir: que a partir de hoje esse diálogo vai existir. (…) Então nós vamos fazer esse debate interno, nós vamos dar o retorno para vocês do que a gente pode construir a partir de agora, para fazer esse debate com uma participação muito maior, em cima daquilo que vocês esperam”.

(veja o registro completo da fala de Sotilli no vídeo
http://www.youtube.com/user/campanhaxinguvivo#p/a/u/0/AFmBmYVGysw)

Passado quase um mes – período em que perdemos a conta das vezes que ligamos para a Secretaria Geral da Presidência para perguntar sobre os encaminhamentos -, não houve nenhuma sinalização de que o governo pretende cumprir  o compromisso de se manifestar sobre o documento recebido. Pelo contrario, neste período os Ministérios de Minas e Energia e do Meio Ambiente reafirmaram os planos de breve início dos desmatamentos para as obras de Belo Monte, e deram novas autorizações neste sentido.

Pior: no dia 25 de fevereiro, a Justiça Federal confirmou, através de uma liminar, a nossa denúncia de que o licenciamento das obras de Belo Monte é ilegal. Mas nem este fato fez com que o governo mostrasse a dignidade de cumprir a promessa de diálogo conosco. Lançando mão da Advocacia Geral da União (AGU), recorreu da liminar, derrubada no dia 3 de março, e impôs sua vontade “na marra”.

Qual é, afinal, a concepção de “diálogo” deste governo? E a concepção de palavra dada, compromisso assumido, qual é? Depende do volume da carteira e das contas bancárias?

Movimento Xingu Vivo para Sempre
Aliança dos Rios da Amazônia

EcoDebate, 10/03/2011

Compartilhar

[ O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Alexa

2 comentários em “Nota do Movimento Xingu Vivo para Sempre: O que vale, para este governo, a palavra dada?

  1. Prezados senhores.

    Sou acusado de ser uma voz discordante neste portal, e realmente no caso de Belo Monte, o sou, mas como não ser.
    Vejam o que o movimento Xingu… escreve.

    Quando o judiciário acolhe uma liminar por eles impetrada, eles escrevem:

    “Pior: no dia 25 de fevereiro, a Justiça Federal confirmou, através de uma liminar, a nossa denúncia de que o licenciamento das obras de Belo Monte é ilegal.”

    Após quando a Advocacia Geral da União consegue cassar a liminar, eles escrevem o seguinte:

    “Lançando mão da Advocacia Geral da União (AGU), recorreu da liminar, derrubada no dia 3 de março, e impôs sua vontade “na marra”.”

    O Governo Federal está para governar para todos os brasileiros e como uma lista de adesão obtida através de informações no mínimo partidárias (não no sentido de partido político), a reação do governo legal e da mesma ordem que o movimento tentou antes é “na marra”.

    Da mesma forma em que o movimento acusa o governo, eu poderia dizer que ele está governando para os 170milhões que não assinaram o tal manifesto.

  2. Sem Comentário sobre o anterior.

    Vejo um colapso de governabilidade, de democracia, de legalidade; a nossa geração pirateando o futuro das próximas gerações!

    Rezo para uma Luz, uma Intervenção Divina: Deus é Grande!

    Se hoje o nosso raciocínio não funciona, oro pelo Coração, pelo Amor e Respeito aos próximos (às futuras gerações), que sofrerão pelo nosso caos atual, a nossa insanidade, a nossa cegueira…

Comentários encerrados.

Top
Betway Casino Roulette Image Banners
Betway Casino Roulette Image Banners