Denúncia: Empresa YPIÓCA segue retirando água em área indígena

No Blog da FUNAI do Ceará, foi publicado um bom relato, esclarecedor, com fotos, sobre a luta dos Jenipapo-Kaninde para salvar a sua Lagoa da Encantada, no Município de Aquiraz. As fotos mostram com clareza como a Lagoa da Encantada está sendo prejudicada há anos pela empresa Yapioca. O relato começa com a denúncia da Cacique Pequena (liderança Jenipapo- Kanindé) no começo de 2000 sobre a utilização indevida — pela empresa Ypióca Agroindustrial — de recurso não-renovável em terra indígena.

Eu escrevi sobre esta luta dos indígenas do Ceará nos anos de 2006 e 2007 e recebi pouco depois da primeira publicação uma alta pressão e insultos graves de um advogado da empresa, que queria sujar o meu nome e a minha reputação de jornalista – porque os meus textos fizeram efeito na Alemanha e no Brasil.

Produtos com um selo orgânico do Instituto Biodinâmica, como a Cachaça Ypioca, não podem ser envolvidos com crimes socioambientais. E a empresa mãe do Instituto Biodinâmica na Alemanha não estava feliz, com o fato de no Brasil existir uma Cachaça com o seu selo orgânico, que foi feito ao custo das recursos naturais dos povos indígenas, no Ceará.

O texto de agora, de Marco Krichanã no blog da FUNAI, é bem feito e honesto e eu agradeço esta publicação.

Só preciso esclarecer um ponto. O meu primeiro texto sobre a Ypioca e a Lagoa da Encantada foi publicado num website com notícias do mundo orgânico www.bio100.de do publicista Fabio Angeli, da Colonia, que é um verdadeiro lutador para a vida e a agricultura orgânica da primeira hora. Infelizmente a Ypioca o pressionou fortemente para retirar o meu texto da internet.

http://funaiceara.blogspot.com/2010/11/empresa-descumpre-acordo-e-retira-agua.html

Norbert Suchanek, Rio de Janeiro

EcoDebate, 16/12/2010

Compartilhar

[ O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Um comentário em “Denúncia: Empresa YPIÓCA segue retirando água em área indígena

  1. Prezados,

    Segue posicionamento da empresa Ypióca em relação à matéria “Empresa Ypióca segue retirando água em área indígena”, publicada no site Ecodebate.

    Qualquer dúvida, estamos à disposição.

    Atenciosamente,

    Ketchum Estratégia – Assessoria de Imprensa do Grupo Ypióca

    Esclarecimento

    Em relação à matéria publicada no blog da Funai no dia 30 de novembro de 2010, a Ypióca esclarece que:

    • A empresa Pecém Agroindustrial Ltda, pertencente ao Grupo Ypióca, se encontra implantada no município de Aquiraz há mais de 25 anos, praticando o cultivo da cana-de-açúcar com técnicas modernas de adubação orgânica e fertirrigação, respeitando o equilíbrio do meio ambiente. Inclusive, o Grupo Ypióca criou na região, em 1995, a primeira reserva ecológica particular do Estado do Ceará, com 40 hectares, com rica fauna e flora, preservando cobertura remanescente da Mata Atlântica, à margem da Lagoa da Encantada.

    • A Lagoa da Encantada é capaz de sustentar o uso múltiplo das águas, importante recurso hídrico de sustentabilidade em uma região localizada no polígono da secas. Como prova disso, a Secretaria de Recursos Hídricos do Estado do Ceará – SRH concedeu à empresa a Outorga de Uso da Água, sendo a única detentora de autorização para esse fim na lagoa.

    • A Ypióca pratica o bombeamento dentro das premissas do órgão estadual competente para o fim de irrigação do canavial durante o verão e utilização na indústria. Laudos periciais isentam a Ypióca de qualquer procedimento de degradação da Lagoa (¹).

    • O Grupo Ypióca produz riqueza, gera emprego e paga seus impostos, com significativo número de empregos diretos e indiretos. Podemos afirmar que, em média, levando-se à conta as famílias dos que trabalham em torno da empresa, em Aquiraz, aproximadamente 6.000 (seis mil) pessoas dependem do funcionamento da empresa, pois que delas retiram o seu ganha-pão e sempre se mostraram satisfeitas com o tratamento dado pela empresa.

    • O Grupo Ypióca observa todas as recomendações internacionais no plantio e cultivo de sua matéria-prima, razão pela qual detém válido o selo concedido pelo Instituto Biodinâmico de Demeter – IBD, para certificação da cachaça orgânica.

    • A história da Ypióca – que conquistou a preferência dos consumidores pela altíssima qualidade de seus produtos – sempre foi marcada pelo pioneirismo e compromisso com a ética e respeito aos seus consumidores e comunidades.

    Para mais esclarecimentos ou detalhes, estamos à disposição.
    Atenciosamente,

    Ketchum Estratégia – Assessoria de Imprensa do Grupo Ypióca
    16 de dezembro de 2010

    [1] Laudo Ambiental, contendo 289 laudas, de abril de 2007, assina do pelo professores JOSÉ NILSON BEZERRA CAMPOS, PhD (Colorado States University, USA; LUIZ BIANCHI, m.Sc.em Geologia Engineering, Colorado School of Mines, USA; LUIZ GONZAGA SALES JÚNIOR, biólogo, CRBio 5554-5, Doutorando em Saneamento Ambiental, professor da UFC; LUIZ JOSÉ DE ALMEIDA CORREIA, Geógrafo M.Sc., CREA-CE 12.432-D, da UECE, e BENEDITO BERNARDINO DE FREITAS NETO, Geólogo, Técnico em Topografia e Mineração, CREA-CE 10.154-D.

Comentários encerrados.

Top