Os mineiros do Chile e o suicídio de Jim Jones, artigo de Aroldo Cangussu

[EcoDebate] Dois acontecimentos extraordinários que chocaram o mundo e monopolizaram a atenção de milhões de pessoas ao redor do planeta: o resgate dos mineiros chilenos na Mina San José no deserto do Atacama agora em 2010 e o suicídio coletivo de mais de 900 pessoas ocorrido nas selvas da Guiana no ano de 1978.

São eventos que não tem nenhuma relação entre si, a não ser o fato de ter atraído a atenção mundial. Trinta e três trabalhadores de uma mina de cobre e ouro no Chile ficaram presos no interior da mesma, a setecentos metros de profundidade depois que ocorreu um desabamento na única saída que havia, soterrando-os, com vida, de uma maneira desesperadora. Após dezessete dias sem notícias, eles conseguiram transmitir, através de uma sonda, a informação de que estavam vivos. A partir daí, o governo chileno, juntamente com a empresa mineradora e a ajuda de diversos países e organismos internacionais, preparou um elaborado plano de resgate.

Armou-se um verdadeiro “circo” nas imediações da entrada da mina, com o comparecimento de mais de 1.500 jornalistas de todo o mundo. Mas, felizmente, todo o plano deu maravilhosamente certo, com o emprego de toda a tecnologia atualmente disponível. Os mineiros puderam sair sãos e salvos e tendo pela frente uma vida completamente diferente da que eles viviam anteriormente.

Recomendo, com muita ênfase, para quem se interessou pelo acontecimento, que assista ao filme, da década de 50, de Billy Wilder com Kirk Douglas, chamado ”A Montanha dos Sete Abutres” (Ace Hole). A película mostra com anos de antecedência algo muito parecido.

Já o evento acontecido na Guiana em 1978, também é de caráter fantástico e inusitado, mas de consequência bastante diversa e fúnebre. O reverendo Jim Jones, dono de uma seita chamada Peoples Temple que, segundo ele, tinha o objetivo de ajudar os sem-teto, desempregados e doentes de todas as raças, nos Estados Unidos, mas ex-membros afirmaram que abusos eram comuns dentro do grupo.

Para remover este grupo do olhar examinador da sociedade, Jim Jones começou uma colônia nas selvas da Guiana, onde esperava construir uma utopia tropical. Quando um congressista visitou a comunidade juntamente com três jornalistas para investigar alegações de abuso eles foram mortos ao tentar deixar o local. Depois deste tiroteio, 913 membros da comunidade beberam cianureto com suco, em um suicídio coletivo.

Jim Jones foi encontrado morto com um tiro na cabeça e no grupo havia centenas de crianças que foram obrigadas a ingerir o veneno. Houve poucas sobreviventes que testemunharam e deram conhecimento para um mundo perplexo.

Aroldo Cangussu é engenheiro, ex-secretário municipal de meio ambiente de Janaúba e diretor da ARC EMPREENDIMENTOS AMBIENTAIS LTDA.

EcoDebate, 04/11/2010


Compartilhar

[ O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

4 comentários em “Os mineiros do Chile e o suicídio de Jim Jones, artigo de Aroldo Cangussu

  1. Não entendi a ligação. Eventos com muita mídia há centenas. Agora mineiros do Chile com o Pastor na Guiana, alguém andou bebendo.

  2. Por que não Corrida de Fórmula 1 com concurso de Miss Universo?

  3. O artigo ‘fala’ da exploração midiática, aproveitando-se do drama humano.

    Isto é visível no parágrafo: “São eventos que não tem nenhuma relação entre si, a não ser o fato de ter atraído a atenção mundial”

    Outro fator que ajuda a compreensão é a citação do filme ”A Montanha dos Sete Abutres”, que aliás é recomendado pela sua crua denúncia da exploração da tragédia pela imprensa sensacionalista

Comentários encerrados.

Top
Betway Casino Roulette Image Banners
Betway Casino Roulette Image Banners