Índice da edição nº 1.148, de 30/07/2010

Espiritualidade, Economia e o mundo dos negócios, por Paulo Vieira de Castro e Marcus Eduardo de Oliveira Impactos sociais do turismo, artigo de Roberto Naime Educar para um mundo novo: É proibido aprender? artigo de Américo Canhoto Efeito estufa e mudanças climáticas (parte 2): Inventário Nacional de Emissões e Remoções Antrópicas de GEE, artigo de Marjorie D. A. Rodrigues MEIO AMBIENTE, CIDADANIA E PAZ - Proposta de Resolução sobre Meio Ambiente: 7º Congresso do

Espiritualidade, Economia e o mundo dos negócios, por Paulo Vieira de Castro e Marcus Eduardo de Oliveira

[Ecodebate] O português Paulo Vieira de Castro, consultor de empresas e diretor do Centro de Estudos Aplicados em Marketing do Instituto Superior de Administração e Gestão (Porto) e o economista brasileiro, Marcus Eduardo de Oliveira, professor e especialista em Política Internacional, dialogam sobre espiritualidade, economia social e humana e o mundo dos negócios. Na essência, ambos os especialistas conversam sobre a necessidade de integrar o ser humano numa visão mais

Impactos sociais do turismo, artigo de Roberto Naime

[EcoDebate] Os impactos sociais do turismo tem maior complexidade e não podem ser classificados em positivos ou negativos. Identificam-se estágios diferenciados de convivência das comunidades receptoras com as atividades turísticias (RODRIGUES, A. B. Turismo: Desenvolvimento Local Organizado, HUCITEC, 1997). O estágio inicial pode ser denominado de magia eufórica. As pessoas estão entusiasmadas e vibram com o desenvolvimento do turismo ainda que não esteja convenientemente planejado. Recebem os turistas e registram

Educar para um mundo novo: É proibido aprender? artigo de Américo Canhoto

[EcoDebate] A Terra é um planeta escola e não uma colônia de férias como nós gostaríamos. Estamos aqui para aprender a ampliar nossa consciência; e não, a passeio – mas, sei lá quando e onde; algum mestre maluco ditou que é proibido aprender e poucos questionaram. Sem medo de errar; eu digo que nossos problemas na existência decorrem da falta de educação; não da instrução pura e simples - mas, daquela

Efeito estufa e mudanças climáticas (parte 2): Inventário Nacional de Emissões e Remoções Antrópicas de GEE, artigo de Marjorie D. A. Rodrigues

[EcoDebate] No primeiro artigo “Efeito Estufa e Mudanças Climáticas: alterações no planeta e redução de emissões de GEE” foram abordados os conceitos de efeito estufa e mudanças climáticas, e também o progresso das reuniões, conferências e ações realizadas para conciliar alternativas de desenvolvimento econômico com baixo impacto na natureza e manutenção da conservação e proteção do meio ambiente. Dentre essas reuniões, destacaremos neste artigo a Conferência das Nações Unidas para

MEIO AMBIENTE, CIDADANIA E PAZ – Proposta de Resolução sobre Meio Ambiente: 7º Congresso do CPERS

7º Congresso do CPERS Sindicato – 30/07 a 01/08/2010 2010 – Ano Internacional da Biodiversidade Os graves problemas ambientais que atualmente se apresentam como a grande ameaça ao futuro da humanidade são provenientes do modelo de exploração dos recursos naturais implantado com a Revolução Industrial e o fortalecimento do capitalismo como sistema político e econômico. A exploração sem limites da natureza, a expansão do consumo e consequente produção de resíduos podem tornar

Download gratuito do livro ‘Pensando como um Economista’, de Marcus Eduardo de Oliveira

Introdução do livro: Diane Coyle, em Sexo, Drogas e Economia, livro que retrata a Economia sob um ponto de vista diferenciado, afirma que qualquer um que deseja que o mundo seja um lugar melhor deve conseguir pensar como um economista. Tal afirmação carrega parcela considerável de veracidade; afinal, indiscutivelmente, qualquer mudança na atividade econômica acarreta sensíveis alterações no comportamento social, político e cultural dos indivíduos. Fora isso, de certa maneira, a Economia

Macroalgas merecem mais pesquisa e podem movimentar indústria lucrativa no país

Algas industriais – Elas são usadas para branquear papel, na composição do envoltório de cápsulas de medicamentos, na fabricação de tintas e de cosméticos e como aditivos na indústria alimentícia, além de alimentos. São ainda fontes de inúmeras substâncias bioativas com aplicações na medicina. Por essas razões, as algas marinhas mereceriam receber mais atenção no Brasil tanto de cientistas como de investidores. Essa é a opinião de especialistas em macroalgas marinhas

MPT flagra condições degradantes de trabalho em Santa Cruz do Rio Pardo, SP

Quatorze trabalhadores rurais vindos do estado de Pernambuco foram flagrados em condições degradantes de trabalho na Fazenda Santa Lúcia, no município de Santa Cruz do Rio Pardo, em diligência realizada pelo procurador Luís Henrique Rafael, do Ministério Público do Trabalho em Bauru. Os cortadores de cana trabalhavam na Fazenda Santa Lúcia, fornecedora de cana de açúcar do grupo Cosan. Os salários estavam atrasados há mais de 15 dias e não havia

‘A atual concepção de desenvolvimento é insustentável’. Entrevista com Cesar Sanson, do CEPAT

“O mundo parece ter encontrado sua grande unidade, que exige de nós uma mudança de ponto de vista - não mais particular, mas holístico, universal, de totalidade. Descobrimos que nós, seres humanos, seres vivos e Terra, formamos um conjunto inseparável.” O pensamento é de Cesar Sanson, do Centro de Pesquisa e Apoio aos Trabalhadores – CEPAT. Ele é um dos monitores do Ciclo de Estudos em EAD: Sociedade Sustentável, que

‘A energia hidrelétrica não é limpa, nem barata’. Entrevista com Celio Bermann

O professor de pós-graduação em Energia do Instituto de Eletrotécnica e Energia da USP desmistifica os benefícios de o Brasil aproveitar o potencial energético dos rios da região Amazônica: “Belo Monte representa simbolicamente a possibilidade de transformar todo o territorio amazônico em um grande conjunto de jazidas de megawatts”. Célio Bermann foi assessor do Ministério de Minas e Energia durante os dois primeiros anos do governo

Reportagem na revista Nature destaca o Brasil como ‘fazenda global’

Edição desta semana da revista científica Nature aborda as contribuições de pesquisas no combate à fome. Uma das reportagens [Food: The global farm / Nature 466, 554-556 (2010) / doi:10.1038/466554a], de Jeff Tollefson, cita o Brasil como a "fazenda global", mas questiona a capacidade do país continuar produzindo mais sem devastar a Amazônia A matéria, assinada por Jeff Tollefson, aponta os desafios brasileiros perante o aumento do consumo de carne

Pecuária intensiva é uma das ferramentas contra efeito estufa

Pasto tratado como lavoura, bem adubado e mais nutritivo permite que animal aproveite melhor o alimento No Instituto de Zootecnia (IZ-Apta), em Nova Odessa, as pesquisas são feitas com bovinos, para avaliar e quantificar a emissão de metano. Segundo o pesquisador João José Assumpção de Abreu Demarchi, foi adaptada, há dez anos, a tecnologia de quantificação do gás gerado pelos bovinos. "Mais de 95% dos gases emitidos pelos ruminantes saem pelo

Expansão indiscriminada das fronteiras agrícolas levou a destruição a todos os biomas do país

Terra devastada pelo descaso - Três cenários de terra arrasada, configurados depois da abertura das áreas para plantações de soja, sintetizam o desafio de conservação dos biomas brasileiros a ser encarado pelo próximo presidente da República — seja ele mais simpático ao ambientalismo ou ao desenvolvimentismo. Após o período de boom do cultivo, o grão já não rende nada ou muito pouco, restaram áreas desertificadas ou com baixíssima produtividade. Em

Temperatura em Moscou chega a recorde de 39ºC

Casal tenta se proteger da fumaça que cobre Moscou em razão dos incêndios florestais. Foto: Agence France-Presse — Getty Images - NYT Russos enfrentam onda de calor mais forte e longa dos últimos anos que causou também incêndios. A temperatura em Moscou, atingiu os 39º C nesta quinta-feira, o dia mais quente já registrado na capital da Rússia. A onda de calor começou há um mês e é considerada a mais forte

Desastre ambiental no Golfo do México completa 100 dias com prejuízos aos moradores da região

Foto de John David Mercer/Press-Register, via Associated Press/NYT O pior desastre ambiental da história dos Estados Unidos completou 100 dias nesta quarta-feira (28) mais perto de uma solução definitiva, mas ainda com um saldo incalculável dos estragos causados à natureza. A explosão da plataforma “Deepwater Horizon”, controlada pela BP (antiga British Petroleum), no dia 20 de abril na costa da Louisiana matou 11 trabalhadores e, segundo estimativas do governo norte-americano, jogou no

Autoridades chineses pecam pelo silêncio em caso de vazamento de petróleo em Dalian

Homem limpa petróleo que vazou na região do porto de Dalian, na China, após a explosão de oleoduto. Foto REUTERS/SHENG LI/LE MONDE Com as roupas manchadas de preto, o rosto e os cabelos brilhantes de óleo, e as mãos nuas cobertas por uma espessa camada viscosa, os pescadores de Jinshatan parecem mineradores subterrâneos nesses tempos funestos de maré negra: desde a explosão, no dia 16 de julho, de um oleoduto em

Índice da edição de 29/07/2010

Lei anti-palmadas e os problemas na educação dos casais, artigo de Américo Canhoto Tempos de insustentabilidade, artigo de Bruno Peron Loureiro Rio São Francisco pede socorro pelas coroas, artigo de Gervásio Lima Um retrato comportamental da Responsabilidade Social, artigo de Gilberto Barros Lima Spread bancário: escândalo nacional, artigo de Paulo Kliass Denúncia: PM de Minas Gerais aterroriza comunidade quilombola e aprisiona liderança tradicional Entidades que combatem corrupção lançam site com candidatos ficha limpa Escravagistas em SP devem

Lei anti-palmadas e os problemas na educação dos casais, artigo de Américo Canhoto

Dr. Américo Canhoto [EcoDebate] Planejamento da vida familiar: seguro contra as penalidades da lei anti-palmada. Nossa vida é uma bagunça quase organizada. A informalidade tomou conta da vida das pessoas. Quando dizemos que nas casas não há regras queremos dizer que a vida em família está mal gerenciada para os dias atuais. Em muitas delas, cada um faz o que lhe dá na telha; e as regras são aplicadas ou não; apenas quando

Tempos de insustentabilidade, artigo de Bruno Peron Loureiro

Imagem:Stockxpert [EcoDebate] Insustentabilidade é o que define melhor o estágio que a humanidade alcançou. Enquanto a preocupação rodeava a carência de alimentos para uma população mundial galopante - Malthus foi generoso na época -, temos hoje indícios de que o planeta está em colapso. Talvez a profecia de "2012" não seja tão alarmante a ponto de frear a ação de seres covardes e canalhas, que nada temem senão o decréscimo de seus

Top