Usina nuclear: a Bahia não quer este perigo!

usina nuclear

[EcoDebate] Esta mensagem desfilou hoje pelo centro da capital baiana em um grande balão levado por manifestantes do IX Grito da Água, promovido anualmente em Salvador, marcando a passagem do Dia Mundial, Estadual e Municipal da Água, que transcorre no dia 22 próximo (domingo). Animado por um trio elétrico, o alegre evento foi realizado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgoto – Sindae, em conjunto com dezenas de movimentos populares e organizações sócio ambientais. Com faixas, bandeiras, alegorias e manifestações culturais o “Grito de sede, grito de fome” reuniu milhares de pessoas e denunciou as parcerias público privadas, como privatização disfarçada do saneamento ambiental, reafirmando a defesa da água como “um bem público e direito de todos!”

Esta foi a segunda vez neste mês que os baianos expressaram nas ruas, sua posição contra a energia nuclear e a instalação de usinas atômicas no Estado. A primeira foi no Ato Público Contra Usina Nuclear na Bahia, promovido pelo Greenpeace, que percorreu as ruas do Comércio, onde fica o Porto de Salvador, rota do transporte do urânio produzido em Caetité, a 757 Km da capital baiana, pela Indústrias Nucleares do Brasil, a INB, responsável pela única unidade de extração e beneficiamento do urânio em atividade no país.

O primeiro protesto trouxe a Salvador uma delegação de trinta pessoas de Caetité, formada por representantes da Comissão Pastoral de Meio Ambiente, lideranças comunitárias e populares, inclusive de lavradores, vítimas dos nocivos impactos socioambientais causados pela mineração de urânio. No mesmo dia, em Sessão Especial, na Câmara Municipal de Salvador, que discutiu os problemas que envolvem o transporte e armazenagem do urânio produzido em Caetité, eles tiveram a oportunidade de expor as mazelas e os prejuízos que estão sofrendo por causa da extração de urânio na Bahia. Esta manifestação teve apoio da Cáritas Brasileira Nordeste 3, Comissão Pastoral da Terra – Bahia, GAMBÁ, Movimento Paulo Jackson – Ética, Justiça, Cidadania, Sindicato dos Portuários da Bahia – Suporte, e Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgoto – Sindae.

Zoraide Vilasboas, da Coordenação de Comunicação da Associação Movimento Paulo Jackson – Ética, Justiça, Cidadania

[EcoDebate, 21/03/2009]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta que envie um e-mail para newsletter_ecodebate-subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

Top