O aquecimento global representa uma ameaça para as cadeias alimentares

 

aquecimento global
Projeção do aumento de temperatura até 2100. Fonte: NASA

O aquecimento global representa uma ameaça para as cadeias alimentares

O aumento das temperaturas pode reduzir a eficiência das cadeias alimentares e ameaçar a sobrevivência de animais maiores, mostra uma nova pesquisa .

Os cientistas mediram a transferência de energia de algas unicelulares (fitoplâncton) para pequenos animais que as comem (zooplâncton).

University of Exeter*

O estudo – da University of Exeter e Queen Mary University de Londres, e publicado na revista Nature – descobriu que 4 ° C de aquecimento reduziu a transferência de energia nas cadeias alimentares do plâncton em até 56%.

Condições mais quentes aumentam o custo metabólico do crescimento, levando a um fluxo de energia menos eficiente através da cadeia alimentar e, finalmente, a uma redução na biomassa geral.

“Essas descobertas iluminam uma consequência subestimada do aquecimento global”, disse o professor Gabriel Yvon-Durocher , do Instituto de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Campus Penryn de Exeter, na Cornualha.

“O fitoplâncton e o zooplâncton são a base das cadeias alimentares que sustentam os ecossistemas de água doce e marinhos dos quais os humanos dependem.

“Nosso estudo é a primeira evidência direta de que o custo do crescimento aumenta em temperaturas mais altas, limitando a transferência de energia para cima na cadeia alimentar.”

O professor Mark Trimmer, da Queen Mary University of London, disse: “Se os efeitos que encontramos neste experimento forem evidentes em ecossistemas naturais, as consequências podem ser profundas.

“O impacto em animais maiores no topo das cadeias alimentares – que dependem da energia transmitida de baixo para cima na cadeia alimentar – pode ser severo. Mais pesquisas são necessárias”.

“Em geral, cerca de 10% da energia produzida em um nível de uma teia alimentar passa para o próximo nível”, disse o Dr. Diego Barneche, do Instituto Australiano de Ciência Marinha e do Instituto de Oceanos da University of Western Australia.

“Isso acontece porque os organismos gastam muita energia em uma variedade de funções ao longo da vida, e apenas uma pequena fração da energia que consomem é retida na biomassa que acaba sendo comida por predadores.

“As temperaturas mais altas podem fazer com que as taxas metabólicas acelerem mais rapidamente do que as taxas de crescimento, o que reduz a energia disponível para os predadores no próximo nível da teia alimentar.”

O estudo mediu a eficiência da transferência de nitrogênio (um substituto para a transferência geral de energia) no plâncton de água doce que foi exposto a um experimento de aquecimento externo de sete anos no Reino Unido.

Referência:

Barneche, D.R., Hulatt, C.J., Dossena, M. et al. Warming impairs trophic transfer efficiency in a long-term field experiment. Nature (2021). https://doi.org/10.1038/s41586-021-03352-2

* Tradução e edição de Henrique Cortez, EcoDebate.

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 02/03/2021

 

A manutenção da revista eletrônica EcoDebate é possível graças ao apoio técnico e hospedagem da Porto Fácil.

Nota: Para receber atualizações pelo grupo de notícias do EcoDebate no WhatsApp, adicione o telefone 21 98682-4779 e, em seguida, envie uma mensagem com o texto ADICIONAR.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top