80% do lixo marinho chega aos oceanos por meio dos cursos d’água

 

plásticos no oceano
Oceanos em 2050 vão ter mais plástico do que peixes, alerta Fórum de Davos. Foto: NOAA

80% do lixo marinho chega aos oceanos por meio dos cursos d’água

Combate ao lixo marinho deve passar por melhor gestão de recursos hídricos

Estima-se que 80% do lixo marinho tenha origem em terra, chegando aos oceanos por meio dos cursos d’água, o que indica uma necessidade de melhor gestão dos recursos hídricos e sólidos

Por Sandra Capomaccio, Rádio USP

Juntando todos os oceanos, são mais de 361 milhões de quilômetros quadrados. Eles são importantes para o homem desde a pesca até as navegações. A preservação de oceanos e da vida que existe abaixo da água preocupa biólogos, pesquisadores, ambientalistas e o mundo em geral. Estima-se que 80% do lixo marinho tenha origem em terra, chegando aos oceanos por meio dos cursos d’água, o que indica uma necessidade de melhor gestão dos recursos hídricos e dos resíduos sólidos.

O professor titular do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, Alexander Turra, especialista em oceanos, diz que a preocupação com a limpeza dos oceanos não é um tema novo. O grande desafio é criar um processo de geração e compartilhamento de informações para identificar formas de atuação. No mar se encontra de tudo, desde televisão até privada. Considerando a complexidade do tema, o professor do IO organizou o livro Lixo nos Mares: Do Entendimento à Solução, que apresenta um conteúdo diversificado e organizado em quatro partes. Os interessados encontram os detalhes desse assunto no link: http://catedraoceano.iea.usp.br/lixonosmares/

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 08/10/2020

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top