Gestão de Tempo em Momentos de Pandemia: Novo Covid-19

Artigo de Andreia de Bem Machado e Lauro Charlet Pereira2

[EcoDebate] Conceitualmente, tempo é a duração dos fatos ou o que determina os momentos, os períodos, as épocas, as horas, os dias, enfim. Também, pode ser compreendido como gerenciamento de maneira coletiva nas organizações ou na particularidade de cada indivíduo. Coletivamente, o tempo é fator de construção, pois ele armazena histórias e também direciona a vida nas organizações. Subjetivamente, o tempo passa a ser organizado pelo indivíduo no seu dia a dia. A importância, em nossas vidas, pode ser relacionada à produtividade, ao lazer, esportes e também à qualidade e inovação. Saber administrá-lo pode significar melhoria na qualidade, produtividade e realização otimizada nas suas tarefas (HELMS & ETTKIN, 2000).

Com o inesperado surgimento da pandemia, impactando diretamente o individual e o coletivo, praticamente em todas as dimensões, importante ressaltar que também afetou fortemente, sobretudo as empresas, associações e até mesmo o cotidiano daqueles ou daquelas, sem vínculos empregatícios. Com isto, a vida particular, empresarial e funcional assumiu um inédito formato no ano de 2020, mais precisamente a partir do mês de março, no Brasil. Tudo mudou, tudo necessitou de um novo olhar, novos arranjos e rearranjos, e novas estratégias. Em termos de trabalho, este ganhou nova rotina, principalmente devido ao isolamento social. Hoje tralhamos remotamente, onde o tempo exige não só um eficiente planejamento e dedicação individual, mas também uma “ferrenha” disciplina, que é exigida pelo trabalho em “home office” ou teletrabalho. Para tanto, precisa-se gerir o tempo adequadamente, não apenas determinando o início e o final das tarefas, à cada dia, mas também elaborando uma lista de prioridades, ou seja, é fazer uma reflexão sobre o que deve ser feito naquele dia e o que pode ser feito em outro momento (ANDRADE & TIAGO, 2006). Assim, a gestão do tempo se relaciona com o planejamento de uma rotina de trabalho, que tem como meta estabelecer, manter e melhorar a qualidade de vida, produtividade e clareza dos procedimentos a serem executados na sua jornada de trabalho (Figura 1).

gestão do tempo

Figura 1 – Gestão do tempo

Fonte: Adaptado sbcoaching (2019)

Com o advento da  pandemia, do COVID-19, o tempo vem sendo discutido em função da nossa rotina que passou a ser realizada, principalmente em nossos lares. Sendo assim, surgiram diferentes questionamentos: como devemos organizar nosso tempo dedicado ao trabalho em nossos lares? Como aliar o tempo à nossa qualidade de vida? Como organizar o tempo de trabalho, sem afetar a dedicação à nossa família? A primeira dica que se pode emitir é organizar-se com o tempo, para que o tempo possa aproveitar de você e você dele. Então para finalizar essas breves reflexões, iremos sugerir dez dicas para a gestão do tempo em momentos de pandemia:

  1. Priorize suas atividades pelo grau de importância;

  2. Crie uma rotina de tempo;

  3. Organize um espaço de trabalho, onde você consiga focar apenas nas suas atividades;

  4. Planeje o tempo, tempo de modo a ter o foco no trabalho, mas também um tempo para necessário descano nessa rotina;

  5. Estabeleça uma lista de atividades diárias, semanais e mensais;

  6. Procure organizar horários de início, descanso (intervalo) e término de trabalho;

  7. Planeje horários de trabalho e tempos disponíveis com a sua família;

  8. Organize um tempo em sua rotina diária também para o lazer e religião;

  9. Comece pela atividade que te dá mais prazer e te deixe feliz;

  10. Combine encontros virtuais com os seus colegas para que possam compartilhar suas vivências e talvez angústias, mas também as coisas alegres nesses momentos de pandemia.

REFERÊNCIAS

ANDRADE, J. G.; TIAGO, R. A. A busca: alcance sucesso profissional transformando sua vida pessoal. Barra Bonita: Solidum, 2006.

HELMS, M. M.; ETTKIN, L. P. Time-based competitiveness: a strategic perspective. Competitiveness Review, v. 10, n. 2, p. 1. 2000.

1 Pedagoga. Pesquisadora no grupo de pesquisa via do conhecimento UFSC. Doutora em Engenharia e Gestão do Conhecimento. Avaliadora do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (BASis) Professora no Curso de Engenharia de Produção na UNIASSELVI. Av. Getúlio Vargas, 63 – Centro 2, Brusque – SC, 88353-900. E-mail: andreiadebem@gmail.com

2 Engenheiro Agrônomo. Doutor em Planejamento e Desenvolvimento Rural Sustentável, Pesquisador da Embrapa Meio Ambiente. Rod. SP 340, Km 127,5. Caixa Postal 69. Tanquinho Velho, Jaguariúna/SP. 13.820-000. E-mail: lauro.pereira@embrapa.br

Top