Geração elétrica mundial 2019: queda no uso do carvão e aumento das renováveis

Por: Ruy Fontes – Agência #movidos

energia renovável

Em 2019, a geração de energia mundial deve registrar queda no uso do carvão e o oposto aumento no uso de fontes de energias renováveis.

A informação consta no novo relatório da Agência Internacional de Energia (IEA), Coal 2019 (Carvão 2019), divulgado este mês e que apresenta estimativas para 2024.

Segundo a IEA, a produção elétrica pela queima do carvão deverá registrar queda histórica de 2,5% este ano, o equivalente a mais de 250 Terawatts-hora (TWh) de energia.

Os maiores catalisadores dessa mudança são os EUA e Europa, que apresentaram quedas de dois dígitos na sua demanda pelo mineral.

No entanto, a IEA ressalta que esse resultado não marca necessariamente uma tendência na queda do carvão, que deverá continuar crescendo de forma modesta pelos próximos 5 anos.

Para 2024, a agência também estima uma queda da participação do carvão na geração elétrica mundial, dos atuais 38% para 35%, o que ainda fará dele a maior fonte de energia no mix.

Nos últimos anos, a queda dos preços das tecnologias renováveis, em especial a da energia solar fotovoltaica, as políticas ambientais em torno de fontes limpas e a oposição pública contra o carvão puxaram a sua queda em diversos países do mundo.

Na Europa e nos EUA, por exemplo, o relatório mostra que a geração de energia pela queima do carvão declinou a níveis nunca vistos em décadas.

Segundo a IEA, essa tendência deverá se manter até 2024, embora devagar, a menos que as mudanças climáticas aumentem a pressão pelo abandono do carvão ou que o gás natural atinja preços abaixo do esperado.

Mas a agência ressalta que, em última análise, as tendências globais dependerão amplamente da China, onde metade do carvão do mundo é produzido e consumido.

As energias solar e eólica estão crescendo rapidamente em muitas partes do mundo. A capacidade de energia de carvão fora da Ásia está claramente em declínio e continuará assim pelos próximos anos. ”, disse Keisuke Sadamori, diretor de mercados e segurança de energia da IEA.

O cenário global, no entanto, não mudou muito. O carvão está desaparecendo em muitas economias avançadas, mas permanece resiliente e continua a crescer na Ásia em desenvolvimento.”, conclui Sadamori.

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 08/01/2020

Geração elétrica mundial 2019: queda no uso do carvão e aumento das renováveis, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 8/01/2020, https://www.ecodebate.com.br/2020/01/08/geracao-eletrica-mundial-2019-queda-no-uso-do-carvao-e-aumento-das-renovaveis/.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top