Usina solar “vertical” será instalada em barragem nos Alpes a 2.500 metros de altura

Por: Ruy Fontes – Agência #movidos

energia solar

Um projeto proposto pela empresa suíça Axpo prevê a instalação de uma usina solar vertical com 2 Megawatts de capacidade em uma barragem hidrelétrica no país.

Com mais de 1 km de extensão, a barragem do Lago Muttsee é maior de toda a Europa e está situada a uma altitude de quase 2.500 metros do nível do mar.

Segundo a empresa, as 6.000 placas de energia solar fotovoltaica serão fixadas em uma área de 10 mil m² da parede da barragem.

A sua posição não será exatamente vertical e seguirá a inclinação da obra, com ângulos de 77° para a faixa de placas superiores e 55° na faixa inferior.

De acordo com os responsáveis, o local apresenta fatores ideais para a construção do projeto, que terá uma capacidade de produção anual estimada de 2,7 Gigawatts-hora.

As temperaturas mais baixas, que aumentam o desempenho das placas, o efeito reflexivo da neve e a ausência de neblina são algumas das condições favoráveis apontadas.

Fora isso, a barragem está voltada ao sul, posição ideal para a instalação de placas solares em países do hemisfério Norte, sendo o contrário em países do hemisfério austral, como o Brasil.

O projeto também poderá aproveitar a rede de transmissão já existente da hidrelétrica, a Linthal 2015, como no caso da usina solar flutuante de Sobradinho, inaugurada este ano.

Durante o inverno, a produção de energia na Suíça é significativamente menor do que o seu consumo, o que levou o governo do país a apostar em fontes de energia renováveis em seu plano energético para 2050.

Várias usinas solares foram construídas no planalto suíço durantes os últimos anos, mas a sua capacidade de produção ainda não foi suficiente para resolver a queda de produção no inverno.

Embora a baixa capacidade do projeto piloto da Axpo não torne a usina uma solução em si, ela servirá como base de avaliação para o potencial de geração nessa região do país, abrindo caminho para projetos maiores.

Teoricamente, o potencial existe e foi divulgado em um recente estudo realizado pelo Instituto Federal Suíço de Tecnologia.

Segundo a Swisssolar, associação solar fotovoltaica da Suíça, o país precisa de 50 Gigawatts de nova capacidade solar instalada para atender seu consumo de forma sustentável no futuro.

A usina solar vertical da Axpo pode ser uma luz para guiar essa transformação energética do país.

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 13/12/2019

[cite]

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top