Saiba quais são os cuidados com os idosos na época mais fria do ano

 

idosos
Foto: EBC

 

Por Gabriela de Oliveira

Mesmo com o nosso clima tropical, o inverno exige atenção em decorrência das temperaturas mais baixas, já que é comum o aparecimento de doenças, principalmente as respiratórias. No entanto, entre os idosos o cuidado deve ser redobrado. O Dr. Paulo Camiz, clínico geral e geriatra, professor colaborador de Clínica Geral no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em São Paulo, explica por que a terceira idade precisa dessa cautela.

“O envelhecimento está associado a uma menor taxa metabólica e a uma disfunção da regulação da temperatura corpórea. Isso é proporcionalmente relacionado à fragilidade daquele idoso e a sua quantidade de massa magra (musculatura). Com uma água corporal total menor do que a do jovem, o idoso também se encontra sujeito a sofrer mais facilmente uma variação na temperatura corpórea.”, afirma o Dr. Paulo Camiz.

A velha máxima de que prevenir é melhor do que remediar, vale ainda mais no inverno, por isso alguns pequenos cuidados ajudam bastante a impedir as doenças respiratórias nessa época. Evite manter os ambientes fechados, mesmo que esteja muito frio procure deixar as janelas minimamente abertas para a circulação do ar, sempre que possível use máscaras, elas mantêm as vias aéreas aquecidas melhorando a respiração, tratar a rinite com medicação específica e manter as vacinas contra a gripe em dia. Essas ações podem ser fundamentais para evitar uma complicação mais grave, como a pneumonia.

A hipotermia é um dos riscos mais preocupantes durante o inverno, a perda excessiva de calor do corpo (temperatura corpórea abaixo de 35ºC). No caso mais leve (35° a 32° C) os principais sintomas são tremores, pele pálida e taquicardia; já quando grave (28°C) apresenta arritmias e até perda de consciência. As chances de ocorrer hipotermia aumentam entre os idosos por causa do próprio envelhecimento e outros fatores como perda muscular, limitações físicas e abuso de substâncias, como o álcool.

Para evitar experiências dolorosas aos idosos, o Dr. Paulo Camiz afirma que o melhor método é a prevenção, por isso é importante reconhecer antecipadamente um risco. A principal dica são as atividades físicas. “De uma forma geral, a atividade física voltada para o fortalecimento muscular exerce um grande fator protetor sobre os idosos uma vez que proporciona um aumento da taxa metabólica com maior capacidade de produção de calor, além de se tratar de um tecido que apresenta mais água do que o tecido gorduroso, sendo esta última mais abundante proporcionalmente nos idosos”.

Outra dica é usar fontes externas de calor, como roupas adequadas para o frio, lareiras e banhos quentes. Por outro lado, fica o alerta para acidentes, em especial para os idosos dependentes. Como a sensibilidade ao calor é frequentemente menor, não é incomum que ocorram queimaduras ou incêndios relacionados ao uso de fogo.

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 12/07/2019

Saiba quais são os cuidados com os idosos na época mais fria do ano

, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 12/07/2019, https://www.ecodebate.com.br/2019/07/12/saiba-quais-sao-os-cuidados-com-os-idosos-na-epoca-mais-fria-do-ano/.

 

CONTEÚDO RELACIONADO



 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top