Índice da edição nº 2.999, 2018 [de 18/06/2018]

    Cresce o número de homicídios no Brasil em meio à crise social, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A perda de gelo na Antártica está contribuindo cada vez mais para a elevação global do nível do mar Pré-sal, mudanças climáticas e o empobrecimento do Nordeste Quilombo do Mesquita, a 50 km de Brasília, luta para manter território e identidade TRABALHO ESCRAVO: Fiscais resgatam grupo que levava gado a pé em trecho de 930 km

Cresce o número de homicídios no Brasil em meio à crise social, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Artigo III: Todo ser humano tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal” Declaração Universal dos Direitos Humanos, ONU: 10/12/1948     [EcoDebate]No mundo da diversão e da manipulação midiática do futebol como ópio do povo, o Brasil estreou na Copa da Rússia com empate contra a Suíça. A superioridade brasileira só não prevaleceu porque o juiz não marcou uma falta contra o Brasil e nem um pênalti a favor. Tirando estes

A perda de gelo na Antártica está contribuindo cada vez mais para a elevação global do nível do mar

University of California, Irvine*     A perda de gelo na Antártida fez com que o nível do mar subisse 7,6 milímetros desde 1992, com 40% do aumento ocorrendo apenas nos últimos cinco anos, de acordo com uma equipe de 84 cientistas. incluindo especialistas em liderança disciplinar da Universidade da Califórnia, em Irvine. Sua avaliação das condições na Antártida é baseada em dados combinados de 24 pesquisas por satélite e atualizações das descobertas de

Pré-sal, mudanças climáticas e o empobrecimento do Nordeste

    Por 350.org Brasil e América Latina Como a nova lei que deu subsídios bilionários à indústria do petróleo vai agravar a pobreza na região mais vulnerável do Brasil O petróleo das camadas profundas do pré-sal não só não trouxe o boom econômico tão propagandeado pelo governo federal, como está sendo entregue de bandeja para petroleiras multinacionais bilionárias. Para atrair o investimento dessas empresas, o governo aprovou em dezembro passado uma renúncia fiscal

Quilombo do Mesquita, a 50 km de Brasília, luta para manter território e identidade

  ABr     Em uma área sossegada, a cerca de 50 quilômetros de Brasília, vive a quinta geração de remanescentes quilombolas na comunidade do Mesquita, com resquícios centenários e costumes tradicionais. Pouco conhecido pelos brasilienses e moradores do entorno da capital, o Quilombo do Mesquita, situado na Cidade Ocidental (GO), completou 272 anos no último 19 de maio com o desafio de manter seu território e identidade. O quilombo ganhou certa visibilidade nas últimas

TRABALHO ESCRAVO: Fiscais resgatam grupo que levava gado a pé em trecho de 930 km na Transamazônica

  Ação ocorreu em três cidades do Pará: Novo Repartimento, Brasil Novo e Uruará Divulgação/ Ministério do Trabalho Trinta trabalhadores mantidos em condição análoga à de escravidão no estado do Pará foram resgatados na última semana. Eles integravam três comitivas que faziam o transporte de gado de corte a pé pelas margens da BR-230 (Rodovia Transamazônica), nos municípios de Novo Repartimento, Brasil Novo e Uruará. Todos trabalhavam para o mesmo empregador, um fazendeiro

Relatório do TCU revela que o Brasil deixou de arrecadar R$ 354,7 bi com renúncias fiscais em 2017

    ABr Com meta de déficit primário de R$ 159 bilhões neste ano e com um teto de gastos pelas próximas duas décadas, o governo teria melhores condições de sanear as contas públicas, de acordo com o Tribunal de Contas da União (TCU), concedendo menos incentivos para determinados setores da economia. O relatório do TCU das contas do governo em 2017, aprovadas com ressalvas na última quarta-feira (13), revelou que as renúncias

Top