Saiba sobre ‘Fujisawa Sustainable Smart Town’, por Roberto Naime

 

Imagem aérea de Fujisawa Sustainable Smart Town (Fujisawa SST)
Imagem aérea de Fujisawa Sustainable Smart Town (Fujisawa SST)

 

[EcoDebate] A civilização humana passa por fase de intensa urbanidade Cada vez mais se vive em cidades e está parece ser uma tendência inexorável. Assim, se impõe a tarefa de considerar seriamente todas as melhorias e incrementos, em termos de sustentabilidade, e ações para dotar as aglomerações urbanas de um sentido inteligente e satisfatório.

Um exemplo notável e conspícuo é a recém-inaugurada cidade de “Fujisawa Sustainable Smart Town”, ou simplesmente conhecida como Fujisawa SST, no leste do Japão. Localizada a cerca de 50 km da capital Tóquio, a cidade inteira funciona de forma inteligente, consumindo menos recursos naturais e com maior integração e compatibilização com os meios naturais.

A cidade mobiliza recursos e serviços de compartilhamento de carros, utilização de bicicletas elétricas, casas alimentadas por energia solar e os moradores recebem incentivos financeiros para reduzirem o consumo de energia e se abastecerem de fontes renováveis,

A cidade resulta de uma parceria entre a empresa japonesa Panasonic com outras sete empresas japonesas e uma norte-americana. Suas estimativas de custo são de R$ 1,3 bilhão. Até 2018, segundo projeções dos empreendedores, cerca de três mil pessoas devem habitar o recém-criado núcleo urbano de Fujisawa.

A concepção que inspira o projeto é que a cidade planejada evolua para se adaptar às novas tecnologias limpas, que possam reduzir ainda mais o impacto sobre o meio ambiente e que também este exemplo sirva de inspiração para outras cidades do Japão e de todo o mundo.

A cidade de Fujisawa, que é chamada de cidade pelos conceitos que revela e substância, é um bairro diferenciado construído pela Prefeitura de Kanagawa conjuntamente comum grupo de empresas. Todos os agentes estão empenhados em produzir alternativas avançadas de compatibilização ambiental e desenvolvimento dinâmico de sustentabilidade. Uma “cidade” que é mais do que verde ou sustentável, pois procura evoluir e desenvolver uma concepção globalizante, e procura ser dotada de inteligência ou percepção própria das situações e ações a serem executadas em cada momento de sua evolução.

São estimadas que cerca de 1.000 famílias deverão viver e usufruir desta nova conceituação. A ideia inicial não é simplesmente buscar desenvolver uma cidade apoiada por infraestrutura de base tecnológica avançada, mas uma cidade com base em estilos de vida reais.

Dentro de uma visão de longo prazo todo o projeto estabelece diretrizes para a cidade e comunidade, que são muito mais amplos do que a busca por sustentabilidade. Moradores que compartilham os objetivos da cidade, em realidade, serão estimulados a interagir e trocar ideias para construir e alcançar melhores estilos de vida.

Existirá uma empresa de gestão da cidade, que fará visitas a residentes, buscando incorporar novos serviços e tecnologias, e apoiar de forma contínua a evolução sustentável da cidade. Sistemas inovadores baseados no estilo de vida real continuarão a produzir motivações em todos os aspectos da vida das pessoas em termos de energia, segurança, mobilidade, saúde, comunidade e até mesmo em situações consideradas emergenciais.

No bairro denominado cidade de Fujisawa SST, não é a escala da cidade ou os procedimentos técnicos adotados que definem a singularidade da experiência, mas o conceito e processo de concepção, construção e operação. Em uma cidade inteligente focada em tecnologia, infraestrutura e estilo de vida, o que foi construído primeiro antes de projetos para residências e instalações confortáveis são ideias e premissas de vida.

Serviços para os residentes foram a última consideração. Mas em Fujisawa SST, a principal consideração foi a de criar um conceito para um estilo de vida da comunidade inteligente baseado no conforto residencial, as características regionais e os padrões de vida no futuro levando em consideração aspectos práticos do cotidiano de vida e os mecanismos de permanente interação e sociabilidade.

A aglomeração urbana inteira tem espaços otimizados e inteligentes, tanto em casas como em instalações para realizar este estilo de vida inteligente. Existe toda uma infraestrutura inteligente ideal para apoiar esta nova maneira de viver. Fujisawa SST desenvolverá de forma sustentável com ideias e processos baseados em estilos de vida reais.

Se implanta um núcleo urbano sustentável, que permite aos residentes terem estilos de vida eco-amigáveis e confortáveis incorporando todos as dimensões do ambiente natural. A
ideia original é promover ativamente os projetos inteligentes. Tanto no Japão como em outros países, com todas as experiências modeladas no laboratório piloto de Fujisawa SST.

Não se busca simplesmente desenvolver uma aglomeração urbanizada que desenvolva uma infraestrutura tecnológica avançada ou pro-ambiental e procedimentos de preservação ambiental e sustentabilidade, mas sim uma experiência pulsante, interativa e viva, baseada nos estilos de vida do cotidiano das pessoas.

Transita em todo o projeto uma visão de longo prazo, com todos os tempos de maturação das vivências e uma visão cosmopolita e interativa da vida, como deve ser. São desenvolvidas guias e “trends” para o design da cidade e da comunidade. Residentes que compartilham os objetivos da cidade vivem, interagem e trocam ideias para alcançar estilos de vida em constante incremento de melhorias. A vida não é estática e desde a “Utopia” de Tomás Morus ou da “República” de Platão, a civilização humana sabe disto.

A empresa de gerenciamento da cidade deverá promover interações permanentes e encaminhar as demandas dos moradores, buscando incorporar novos serviços e tecnologias. A ideia é propiciar continuamente a evolução sustentável da cidade. Sistemas atualizados e inovadores de estilo de vida propiciarão permanente evolução de todos os aspectos e dimensões da vida das pessoas. Garantindo qualidade ambiental e melhor qualidade de vida para todas as populações envolvidas.

Referência:
http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/conheca-fujisawa-a-cidade-verde-e-inteligente-do-japao

 

Dr. Roberto Naime, Colunista do Portal EcoDebate, é Doutor em Geologia Ambiental. Integrante do corpo Docente do Mestrado e Doutorado em Qualidade Ambiental da Universidade Feevale.

Sugestão de leitura: Civilização Instantânea ou Felicidade Efervescente numa Gôndola ou na Tela de um Tablet [EBook Kindle], por Roberto Naime, na Amazon.

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 18/05/2017

"Saiba sobre ‘Fujisawa Sustainable Smart Town’, por Roberto Naime," in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 18/05/2017, https://www.ecodebate.com.br/2017/05/18/saiba-sobre-fujisawa-sustainable-smart-town-por-roberto-naime/.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top