Usinas eólicas e solares foram responsáveis por 39,6% da capacidade energética brasileira em 2015

 

Energia
Energia

 

A capacidade total instalada de geração de energia elétrica no Brasil (centrais de serviço público e autoprodutoras) alcançou 140.858 Megawatts (MW) em 2015, aumento de 6.945 MW em relação a 2014. As centrais hidrelétricas foram responsáveis por 35,4% da capacidade brasileira, enquanto as centrais térmicas responderam por 25%.

As usinas eólicas e solares foram responsáveis pelos 39,6% restantes de aumento do parque nacional, mostrando que o Brasil está a cada dia com uma matriz elétrica mais limpa. Os dados são do Balanço Energético Nacional – BEN 2016, com base em dados de 2015, elaborado e divulgado pela Empresa de Pesquisa Energética – EPE, publicada nesta segunda-feira (29).

A produção de eletricidade a partir da fonte eólica alcançou 21.626 Gigawatts-hora (GWh) em 2015, equivalente a um aumento de 77,1% em relação ao ano anterior, quando foi atingida a marca de 12.210 GWh. Em 2015, a potência instalada para a geração eólica brasileira cresceu 56% e a solar, 40%.

De acordo com o BEN, a oferta interna de energia elétrica a partir das fontes não renováveis representou 58,8% em 2015, abaixo dos 60,6% registrados em 2014. Por outro lado, a oferta interna de energia renovável subiu de 39,4% para 41,2% no mesmo período.

Geração distribuída

O BEN incorpora, a partir de 2015, as estatísticas referentes à micro e mini geração distribuída de energia elétrica. O crescimento da micro e mini geração ganhou impulso a partir das recentes ações regulatórias, com destaque para a compensação da energia excedente produzida por sistemas de menor porte.

No ano passado, a potência instalada desta modalidade de geração totalizou 16,5 Megawatts (MW), liderada pela fonte solar fotovoltaica, que atingiu 13,3 MW. Nas edições anteriores, a energia solar estava incorporada em “Outras Renováveis”.

Confira todos os dados da pesquisa na página da instituição.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério de Minas e Energia

in EcoDebate, 31/08/2016

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top