SP: Conar recomenda alteração da campanha identificação de sustentabilidade da ‘Ecofrota’

 

ecofrota
Foto: Prefeitura Municipal de São Paulo

 

O Conselho Superior do Conar, a partir de denúncia encaminhada pelo vereador paulistano Gilberto Natalini, propôs representação contra campanha veiculada pela Prefeitura Municipal de São Paulo em internet e adesivagem em coletivos.

Segundo o vereador, a campanha não atende às recomendações em relação à publicidade com apelos de sustentabilidade, previstas no artigo 36 do Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária e em seu anexo U. Informou o denunciante que programa de substituição de combustíveis fósseis divulgado na campanha não tem sido cumprido.

Em sua defesa, a Prefeitura deu informações detalhadas sobre o programa, denominado Ecofrota. No mérito, ponderou que as informações disponíveis no site referem-se à fase inicial do programa, considerando que “parece oportuno a reavaliação da divulgação ou, ao menos, sua atualização”.

Quanto aos adesivos em coletivos, a defesa informou desconhecer a situação atual, mas considerou que, diante do exposto, parece adequada a utilização deles nos veículos movidos a eletricidade ou etanol. Concordou, porém, que a utilização dos adesivos em ônibus movidos a biodiesel ou diesel de cana não mais se justifica integralmente.

A relatora da representação propôs a alteração do site, com atualização dos dados sobre o programa Ecofrota, e a remoção dos adesivos dos veículos movidos a biodiesel e diesel de cana, em linha com os termos da defesa.

Sua recomendação foi acompanhada por unanimidade pelo membros da 2ª Câmara do Conselho de Ética, reunidos na manhã de ontem (14), na sede do Conar, em São Paulo.

Fonte: Conar

in EcoDebate, 15/07/2016

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top