OIT aponta que o Brasil precisa de R$ 25 bilhões para acabar com a pobreza no País

 

 

A recente publicação de uma estimativa da Organização Internacional do Trabalho (OIT) de que, para se erradicar a pobreza no Brasil até 2030, seriam necessários US$ 7,2 bilhões (R$25 bilhões) por ano sinaliza o quão longe estamos dessa meta. Se a cifra assusta por sua magnitude, a realidade que ela reflete causa um espanto ainda maior.

É bem verdade que sem recursos financeiros a possibilidade de desenvolver ações de combate à pobreza é limitada. Contudo, o enfrentamento do tema envolve transformações mais profundas que transcendem a dimensão quantitativa.

Para a professora de economia e alianças estratégicas da Universidade Presbiteriana Mackenzie Campinas, Leila Pellegrino, “Não se pode pensar em erradicar a pobreza sem oferecer as oportunidades que assegurem o livre exercício da cidadania. Assim, além do acesso aos direitos sociais básicos, como saúde e educação, é preciso considerar demandas relativas à segurança, habitação, cultura, liberdade e diversidade. Devemos levar em conta ainda que recessão econômica combinada com o desequilíbrio fiscal aumenta gravidade ao problema. Além de implicar numa menor disponibilidade de recursos para o enfrentamento da pobreza, a retração da economia pode amplificar a pobreza com o aumento do desemprego e retração da renda”.

Assim, segundo a especialista, é imperativo que o governo brasileiro estabeleça de forma firme e clara suas prioridades. Além do enfrentamento das demandas sociais, é mandatório “o combate à corrupção que consome os esforços produtivo e social brasileiros. A despeito de sua grande complexidade, o enfrentamento da pobreza é um bom caminho para a retomada do crescimento econômico em base sustentável”, conclui a docente.

 

in EcoDebate, 31/05/2016

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top