Boas Festas e um 2016 repleto de saúde e realizações

  Prezad@s Amig@s, Agradecemos pelo apoio e generosidade para conosco e nosso trabalho, não apenas em 2015, mas ao longo dos 10 anos de existência do projeto editorial EcoDebate. Vocês nos motivam a continuar o trabalho e renovar nossos compromissos. A tod@s, os nossos agradecimentos e um grande abraço, Regina Lima e Henrique Cortez

Agroecologia e pesquisa multiestratégica II, artigo de Roberto Naime

agroecologia

    [EcoDebate] LACEY que é pesquisador do “Swarthmore College” na Pensylvania, Estados Unidos da América. Em 2015 realizou interessante abordagem sobre agroecologia e pesquisa multiestratégica, salientando o fato de que a pesquisa conduzida sob as estratégias agroecológicas serve para ilustrar a fecundidade da pesquisa multiestratégica e apontando a relevância da agroecologia no Brasil, bem como sua crescente importância na produção dos alimentos no mundo inteiro. LACEY (2015) sustenta que os arranjos de

Violência policial e assassinatos dos jovens nas favelas desafiam o Brasil

jornalismo colaborativo

Entrevista exclusiva com o Senador Telmário Mota (PDT/RR): “a importância da regulamentação da profissão de educador social, o profissional que, dentro ou fora das escolas, faz toda a diferença por atuar, principalmente, junto a parcelas marginalizadas da sociedade, como índios, moradores de rua e favelas etc.”. [Por Cristiano Morsolin, para o EcoDebate] Mais de mil pessoas tomaram as ruas do bairro de Madureira, Zona Norte do Rio de Janeiro, para protestar

MMA lança o Catálogo Taxonômico da Fauna Brasileira, que reúne dados de mais de 116 mil espécies

    O Ministério do Meio Ambiente (MMA) lançou ontem (21) o Catálogo Taxonômico da Fauna Brasileira, que reúne dados de mais de 116 mil espécies de animais. A construção dessa lista atende umas das 20 metas de conservação, chamadas de metas de Aichi, estabelecidas pela Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB) da Organização das Nações Unidas.   Prevista para ser alcançada até 2017, a meta objetiva dar a base científica para tomada de

Belo Monte: ‘O licenciamento ambiental no Brasil precisa ser levado a sério’. Entrevista com André Aroeira Pacheco

  “Em um processo de licenciamento técnico, e não político, a obra não teria recebido as licenças de instalação e operação e os estudos seriam refeitos”, ressalta o biólogo. Foto: gestaoambientalufsm.blogspot.com.br   A necessidade de transparência, respeito ao meio ambiente e participação das populações locais nos processos decisórios de concepção de obras de grandes proporções e impactos torna-se cada vez mais imperativa diante dos cenários que envolvem diversas megaestruturas como a Usina Hidrelétrica de Belo

Top