Entenda o que são os SAF’s e como eles podem contribuir para produzir alimentos e recuperar áreas de vegetação

 

 

Os Sistemas Agroflorestais, ou Sistemas de Agroflorestas, são modelos de exploração dos solos e produção de alimentos que mais se aproximam ecologicamente das florestas naturais. Por conta disso é que os SAF’s são reconhecidos como uma importante alternativa para a preservação ambiental em locais onde a exploração dos recursos da natureza ocasionou problemas sociais e ambientais em larga escala.

Diferente de outros modelos de recuperação de áreas degradadas, as agroflorestas permitem associar preservação a produção agrícola. Isto significa que ao mesmo tempo em que os agricultores ajudam na recuperação ecológica dos solos, eles também podem garantir renda obtendo produtos como madeira, frutas, hortaliças e plantas medicinais.

São diversos tipos de sistemas agroflorestais. Os SAF’s podem ser agrossilviculturais que combinam árvores com cultivos agrícolas anuais; agrossilvipastoris que combinam árvores com cultivos agrícolas e animais; silvipastoris que combinam árvores e pastagens (animais) ou sistemas de enriquecimento de capoeiras com espécies de importância econômica que consistem no reflorestamento e visam a produção de madeira com valor de mercado.

Ao contrário das agroflorestas, os modelos de cultivo intensivo, como a monocultura, tem custos não só ambientais como também sociais, pois além de provocar perda da biodiversidade, degradação dos solos e escassez de água, a monocultura tem provocado o êxodo rural pela perda da fonte de renda de milhões de famílias do campo. Famílias como as de agricultores que participam do Projeto Interagir, No vale do Araguaia, em Mato Grosso, se mantém no campo ao recuperarem não só o meio ambiente, mas também a dignidade e a fonte de renda por meio dos SAF’s.

O Projeto Interagir

O Projeto Interagir patrocinado pela Petrobras através do Programa Petrobras Socioambiental, tem unido o conhecimento de indígenas e não-indígenas na produção de alimentos agroecológicos e na recuperação de áreas degradadas na região do Araguaia, em Mato Grosso.

Fonte: Apremavi, Agroflorestas.net e CI Florestas.

Acesse www.projetointeragir.com.br

Publicado no Portal EcoDebate, 06/03/2015


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top