Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.170, de 10/10/2014

    Haiti: o déficit ambiental no país mais pobre das Américas, artigo José Eustáquio Diniz Alves Mobilização em prol de profundas reformas na política brasileira, artigo de Valdeci Pedro da Silva Podcast: Pesquisa revela os danos do fogo e da exploração madeireira à Amazônia Para resgatar 'farmácia viva' índios do Tocantins buscam formação sobre viveiros em Brasília País avança no desenvolvimento de métodos para substituir o uso de animais em experimentos

Haiti: o déficit ambiental no país mais pobre das Américas, artigo José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O Haiti é o país mais pobre das Américas e tinha um Índice de Desenvolvimento Humano de somente 0,471, em 2013, ocupando a 168º posição entre 187 países. O crescimento demográfico, a baixa produtividade econômica e a degradação ambiental contribuem para o baixo IDH. A população do Haiti era de 3,2 milhões de habitantes em 1950 e passou para 10,3 milhões em 2013. A densidade demográfica era de 116 habitantes

Mobilização em prol de profundas reformas na política brasileira, artigo de Valdeci Pedro da Silva

    [EcoDebate] Reformas políticas profundas devem acontecer logo após o encerramento do processo eleitoral em andamento, independentemente de qual candidato seja eleito para a Presidência da República. Mas essas reformas só acontecerão se houver mobilizações em todo o país, especialmente nas maiores cidades. Se o povo brasileiro se mantiver quieto, esperando que o Congresso Nacional apresente e aprove projetos de lei para que essas reformas políticas profundas sejam implantadas, implantadas elas nunca serão,

Podcast: Pesquisa revela os danos do fogo e da exploração madeireira à Amazônia

A degradação compromete a estrutura e as funções da floresta http://radios.ebc.com.br/system/files_force/episodios/2014-10/0809-17pesquisa-revela-os-danos-do-fogo-e-exploracao-madeireira-sobre-amazonia.mp3 Uma pesquisa revela os danos do fogo e da exploração madeireira sobre a Amazônia. Nesses locais foram estudadas 87 mil amostras de plantas e 5 mil de solo. A pesquisadora da Embrapa Amazônia Oriental, de Belém, Joice Ferreira falou sobre o assunto ao programa Nossa Terra. Acompanhe a entrevista na íntegra. O programa Nossa Terra vai ao ar de segunda a sexta-feira,

Para resgatar ‘farmácia viva’ índios do Tocantins buscam formação sobre viveiros em Brasília

    Resgatar a cura de doenças na farmácia viva. Esta é a maior motivação dos indígenas Samuel Xerente e Márcio Apinage, os dois novos alunos que integram o curso de Viveiro e Produção de Mudas Florestais Nativas que se realiza no Jardim Botânico de Brasília até hoje (sexta,10). “Já perdemos muito da nossa tradição em cura. Hoje, ao invés do índio correr para o mato quando está doente, corre para a farmácia,

País avança no desenvolvimento de métodos para substituir o uso de animais em experimentos científicos

    CNPq aprova fomento de R$ 1,58 milhão para estimular produção de métodos alternativos no País O Brasil dá um passo em direção ao desenvolvimento de métodos alternativos na tentativa de substituir ou reduzir o uso de animais em experimentos científicos em laboratórios. O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), agência de fomento à pesquisa científica do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), aprovou medidas para estimular a produção de

Ação pretende proteger aves migratórias do Pantanal

    Região recebe espécies de várias partes do mundo para reprodução e descanso após longas distâncias percorridas em rotas migratórias   As aves migratórias necessitam extremamente das planícies alagadas do Pantanal e de seu ciclo de cheias e secas, tanto para local de descanso como para reprodução, visto que a região oferece alimento em abundância. Porém, segundo pesquisa realizada pelo ornitólogo Alessandro Pacheco Nunes, cerca de 25% das espécies de aves que ocorrem

CFMV alerta: ‘os animais de estimação são seres conscientes e não podem ser tratados como brinquedos’

    Representante do Conselho Federal de Medicina Veterinária lembra que ter um animal dentro de casa implica em assumir responsabilidades. Os animais são seres conscientes e, portanto, não podem ser tratados como objetos. Esse é o alerta do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) nos dias em que antecedem 12 de outubro, data em que se comemora o Dia das Crianças. “Antes de presentearem as crianças com um animal de estimação, ao

Mais estradas: solução ou problema para o Brasil?

    Depois de fazer um dos maiores programas de expansão rodoviária no mundo, o país precisa cuidar de suas pistas e investir em meios de transporte menos poluentes   Quem lê as notícias sobre os problemas das estradas brasileiras, sobre os acidentes e sobre o quanto elas encarecem a logística dificilmente imagina que o país foi palco de um dos maiores programas de expansão rodoviária do mundo depois da Segunda Guerra Mundial. Tal ampliação teve

Trabalho rural e riscos à saúde: uma revisão sobre o ‘uso seguro’ de agrotóxicos no Brasil, por Pedro Henrique Barbosa de Abreu e Herling Gregorio Aguilar Alonzo

    Ciência & Saúde Coletiva Print version ISSN 1413-8123 Ciênc. saúde coletiva vol.19 no.10 Rio de Janeiro Oct. 2014 http://dx.doi.org/10.1590/1413-812320141910.09342014   Trabalho rural e riscos à saúde: uma revisão sobre o "uso seguro" de agrotóxicos no Brasil Rural work and health risks: a review into de "safe use" of pesticides in Brazil Pedro Henrique Barbosa de Abreu1, Herling Gregorio Aguilar Alonzo1 1Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Departamento de Saúde Coletiva, Faculdade de Ciências Médicas, Universidade Estadual de Campinas. R. Tessália

Acidificação dos oceanos pode provocar perdas de 1 trilhão de dólares por ano até o final do século, diz ONU

    A economia global pode perder, anualmente, 1 trilhão de dólares até o final do século caso não sejam tomadas medidas urgentes para impedir a acidificação dos oceanos, afirma o documento Uma síntese atualizada dos impactos da acidificação dos oceanos sobre a Biodiversidade Marinha lançado nesta quarta-feira (8) em Pyeongchang (Coreia do Sul). A cifra reflete somente a perda econômica das indústrias ligadas aos arrecifes de coral, uma das espécies mais vulneráveis

Mais conservador, Congresso eleito pode limitar avanços em direitos humanos

    Levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) mostra um aumento, na nova casa legislativa, do número de parlamentares ligados a segmentos mais conservadores – entre eles, militares, policiais, religiosos e ruralistas. Na avaliação do analista político do Diap, Antônio Augusto de Queiroz, este será “o Congresso mais conservador desde a redemocratização”. Para o especialista, “algumas conquistas do processo civilizatório, como a garantia dos direitos humanos, podem ser interrompidas ou mesmo

Top